Prefeito de Jandira é assassinado em frente à emissora de rádio

O prefeito Walderi Braz Paschoalin, do município de Jandira, na Grande São Paulo, foi assassinado na manhã de hoje (10/12/2010), por volta das 8h, em frente a uma emissora de rádio da cidade. Paschoalin, filiado ao PSDB, foi morto a tiros quando chegava na Astral FM, onde participava às sextas-feiras de um programa em que respondia a perguntas dos moradores. O som dos disparos foi gravado pela emissora.

O prefeito estava acompanhado de um segurança, que também foi atingido pelos disparos. Até o momento, não há confirmação sobre seu estado de saúde.

Segundo a Polícia Militar, o carro onde estavam o prefeito e o segurança foi interceptado por um Ford Focus pouco antes deles chegarem à emissora de rádio. Logo em seguida, dois homens teriam feito os disparos.

O PSDB de São Paulo emitiu nota pedindo o imediato esclarecimento do crime. “Ao longo de sua vida pública, Paschoalin foi um exemplo de liderança na região e lutou pelos avanços de Jandira ao longo de seus três mandatos à frente da prefeitura. Sua morte abrupta é uma perda inestimável para o PSDB e para o estado de São Paulo”, diz a nota, assinada pelo presidente do PSDB de São Paulo, Antonio Carlos Mendes Thame. Segundo a PM, dois suspeitos foram detidos para averiguação perto do local do crime.

Segurança do prefeito assassinado de Jandira está internado em estado gravíssimo

Wellington Martins, segurança do prefeito de Jandira (SP), assassinado hoje (10/12), Braz Paschoalin, está internado em estado gravíssimo no Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo. De acordo com a Guarda Municipal de Jandira, que atendeu Martins após o atentado contra o prefeito, ele recebeu os primeiros socorros em um hospital local e depois foi transferido no helicóptero da polícia para o HC.

De acordo com a Guarda Municipal, o segurança levou ao menos dois tiros na cabeça e perdeu massa encefálica. No momento, ele passa por cirurgia no HC.

Na manhã de hoje (10/12), o prefeito de Jandira, Walderi Braz Paschoalin, e o segurança Wellington Martins foram alvejados em frente a uma emissora de rádio da cidade. O prefeito morreu na hora. Segundo a Polícia Militar, foram usados no atentado uma pistola e um fuzil. A polícia estima que os tiros foram dados por, pelo menos, duas pessoas.

O carro onde estavam o prefeito e o segurança foi interceptado por um carro modelo Focus, da Ford. Um veículo com as mesmas características foi encontrado mais tarde na periferia da cidade. Dois suspeitos estão detidos.

Vereador de Jandira afirma que morte de prefeito teve motivação política

O líder do governo na Câmara dos Vereadores de Jandira (SP), Francisco de Alexandria, do PSDB, afirmou hoje (10/12) que o assassinato do prefeito da cidade, Walderi Braz Paschoalin, foi um crime com motivação política e encomendado.

“Eu tenho certeza de que foi um crime político e encomendado, no meu ponto de vista. Eu não tenho medo de falar isso. Ele não tinha inimigo, era um pai de família que dava muita assistência à família, e era muito amigo dos mais carentes”, disse à TV Brasil.

O vereador ressaltou que a cidade tem histórico de crimes e ameaças contra políticos. “Tenho outros amigos meus que foram ameaçados, mataram um vereador na gestão passada”, afirmou. Em julho, durante a administração de Braz, mais dois vereadores foram mortos na cidade.

Na manhã de hoje, o prefeito de Jandira e o segurança Wellington Martins foram baleados em frente a uma emissora de rádio da cidade. O prefeito morreu no local. Segundo a Polícia Militar, foram usados no atentado uma pistola e um fuzil. A polícia estima que os tiros foram dados por, pelo menos, duas pessoas. Um deles usava uma máscara.

O carro onde estavam o prefeito e o segurança foi interceptado por um veículo modelo Focus, da Ford. Um automóvel com as mesmas características foi encontrado mais tarde na periferia da cidade. Dois suspeitos estão detidos.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]