População brasileira cresce menos e vive mais tempo

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

Os primeiros dados do Censo 2010 começaram a ser apresentados pelo IBGE no final de novembro, dando conta de que somos 190.732.694 habitantes. Em dez anos, a população aumentou em 20.933.524 pessoas. O número absoluto chama a atenção, mas corresponde a uma redução da intensidade do crescimento populacional. Na década anterior (1991 a 2000), o crescimento foi de 15,6%. Nesta década, caiu para 12,3%. A população se concentra cada vez mais nas cidades. No Censo 2000, a população urbana era de 81,25%. Agora, 84,35% dos brasileiros vivem nas cidades, forçando cada vez a capacidade de atendimento dos serviços públicos.

Além dos resultados do censo demográfico, o IBGE divulgou, no início de dezembro, informações atualizadas sobre a expectativa de vida da população, que atingiu 73,17 anos. Isso significa que cada brasileiro que nasceu em 2009 pode esperar viver um pouco além dos 73. São dez anos, sete meses e seis dias a mais de vida do que quem nasceu no país em 1980. Pela projeção do IBGE, a expectativa de vida deve chegar a 81,29 anos em 2050. A esperança de vida para os idosos também aumentou. Em 2009, uma pessoa que completasse 60 anos teria a expectativa de viver até os 81,27 anos. Em 1980, esse número era de 76,39 anos. A mortalidade infantil caiu, desde 1980, de 69,12 para 22,47 óbitos por mil nascidos vivos.

Os dados são muito positivos, mas colocam grandes desafios em termos de políticas públicas e para os sistemas previdenciário e de saúde. A clara tendência de envelhecimento da população constituirá um desafio de planejamento para o novo governo.

*Com informações do Jornal do Senado

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 113696 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]