Mercosul reúne 35 países em Foz

40ª Reunião de Cúpula do Mercosul marca último compromisso internacional do presidente Lula, que passa comando do grupo para presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

40ª Reunião de Cúpula do Mercosul marca último compromisso internacional do presidente Lula, que passa comando do grupo para presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

O encontro é preparatório para a 40ª Reunião de Cúpula de Presidentes do Mercosul e Estados Associados – Cúpula Ñandeva, que na língua indígena significa “Todos Nós”, que acontece logo em seguida, de 16 a 17 de dezembro de 2010. Será o maior encontro diplomático já realizado na região das Três Fronteiras e marca o último compromisso internacional do presidente Lula , que passa comando do grupo para presidente do Paraguai, Fernando Lugo.

O evento terá parte de sua programação no Hotel Bourbon e outra na usina, nas instalações do Parque

A cúpula deve reunir delegações de pelo menos 35 países de todo o mundo, entre eles chefes de Estado de 12 países da América do Sul e 23 comitivas internacionais de chanceleres e ministros para a 40ª Reunião de Cúpula de Presidentes do Mercosul e Estados Associados – Cúpula Ñandeva, que acontece de 16 a 17 de dezembro.

As delegações enviadas por cerca de 35 países serão compostas por presidentes, ministros de Estado e chanceleres. Estão confirmadas as presenças dos presidentes dos países do Mercosul – Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai – e Venezuela, país em processo de adesão ao bloco. Os demais representantes da América do Sul são Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Peru, Guiana e Suriname.

Também devem participar, como convidados, os ministros da Jordânia, Síria, Palestina – todos dos Ministérios de Indústria e Comércio, além de chanceleres e ministros da Austrália, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Vietnã, Indonésia, Tailândia, Coréia do Norte, Coréia do Sul, Malásia, Zimbábue, Nigéria, Argélia, Marrocos, Egito, México, Cuba, Índia, Irã, Paquistão e Sri Lanka.

Está previsto um forte esquema de segurança, com mais de 3 mil homens para cobrir os dois eventos, entre eles 1.250 soldados do Exército, 800 policiais militares, 300 agentes da Polícia Rodoviária Federal e outros 300 da Polícia Federal, além de caças da Aeronáutica e suporte da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Durante a parte da programação, na Usina de Itaipu, a previsão é de que o pesidente Lula ofereça um churrasco aos 12 presidentes convidados, no dia 16, após a Reunião da Cúpula Social. O jantar será servido em tendas montadas em frente ao Painel do Barrageiro, obra de Potty Lazzaroto, no Mirante Central, e terá como fundo a Iluminação da Barragem.

O evento contará com a presença do diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, que declarou à imprensa que as ações desenvolvidas pela empresa teriam sido classificada por Lula como o melhor laboratório de experiências públicas bem sucedidas do Brasil e, por isso, teriam sido decisivas para a escolha de Foz e de Itaipu como sede das reuniões do Mercosul.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]