Investimentos de R$ 18 milhões da FCC triplicam capacidade de unidade na Bahia e criam nova unidade de TPE em Campo Bom/RS

FCC de Campo Bom.

FCC de Campo Bom.

O ano de 2010 está sendo encerrado com incremento de 10% na produção da FCC, maior e mais diversificado produtor nacional de elastômeros termoplásticos, além de um dos maiores fabricantes de adesivos e vedantes.

A companhia está fechando o ano de 2010 com faturamento de R$ 330 milhões.

Os países da América Latina impulsionaram as exportações da FCC, que teve mais de 100% de crescimento  nas vendas externas.

Com a matriz em Campo Bom/RS e unidades produtivas em Conceição do Jacuipe/BA, Morada Nova/CE e em Canelones, no Uruguai, além de uma central de distribuição em São Paulo/SP, a empresa encerra o ano com todas as metas superadas.

Todos os segmentos industriais que fazem parte do portifólio de atuação da FCC registram incremento de participação nas vendas da indústria, que aproveitou as ondas do bom momento econômico para buscar novos horizontes.

“Foi um ano de resultados muito importantes, que impulsionaram a empresa a fazer investimentos significativos”, afirma o diretor administrativo, Carlos Bremer.

A expectativa é de que 2011 “traga como resultado pelo menos a repetição do desempenho de 2010”, adianta Bremer.

INVESTIMENTOS DE R$ 18 MILHÕES TRIPLICAM PRODUÇÃO NA BAHIA E CRIAM NOVA UNIDADE DE TPE NO RS

O bom momento vivido pela economia brasileira se refletiu na disposição da FCC. O ano de 2010 foi marcado pelos investimentos que triplicarão a capacidade de produção da unidade da FCC na cidade de Conceição Jacuipe, na Bahia, e pela construção de uma nova unidade produtora de elastômeros termoplásticos em Campo Bom/RS, junto à matriz da indústria.

As duas ampliações exigirão investimentos de $ 18 milhões. São R$ 8 milhões para a ampliação da unidade da Bahia, e R$ 10 milhões para a construção de uma unidade totalmente nova de elastômeros termoplásticos em Campo Bom/RS, junto à matriz da indústria. Equipada com o que há de mais moderno em equipamentos, a nova unidade colocará no mercado, a partir dos primeiros dias de janeiro de 2011, o primeiro elastômero termoplástico dinamicamente vulcanizado – TPV – desenvolvido com tecnologia totalmente nacional. A FCC é a precursora brasileira na concepção dessa tecnologia: as demais empresas trabalham com produto ou tecnologia importados.

Entre as vantagens da substituição da borracha convencional por elastômeros termoplásticos, está o fato de que o material é totalmente reciclável e, portanto, reutilizável. Os termoplásticos são atóxicos e anti-alérgicos, consomem menos energia no seu processamento, têm processos com menor volume de perdas, são materiais com menos peso, além de oferecerem facilidades para o design, na medida em que são de fácil pigmentação e possibilitam co-injeção ou co-extrusão. Além disso, os elastômeros termoplásticos possibilitam ciclos mais rápidos e processos mais seguros e limpos na produção.

Na unidade de Conceição do Jacuipe, na Bahia, estão sendo investidos R$ 8 milhões em equipamentos e expansão física, que garantirão a triplicação da capacidade de produção e transformação da unidade baiana da FCC na maior fábrica de adesivos voltados para a indústria de calçados da América Latina. Os investimentos garantem ainda a instalação de laboratórios completos para o desenvolvimento de novos adesivos e testes, descentralizando a produção da indústria nesta área.

A unidade da Bahia responde pelo fornecimento de adesivos para as regiões Sudeste, Norte e Nordeste do Brasil.

A FCC

Criada em março de 1969,  na cidade de Campo Bom/RS, onde mantém sua matriz, a FCC fabrica sistemas de colagem e vedantes, elastômeros termoplásticos, resinas poliuretânicas, além de insumos e componentes para calçados.

Pioneira no desenvolvimento de alternativas sustentáveis, a FCC tem todas as suas ações na área de desenvolvimento de novos produtos balizadas pela preocupação com o meio ambiente.  A indústria adotou o slogan “Naturalmente Sustentável”, em alusão à preocupação constante em buscar alternativas sustentáveis para todas as necessidades de seus clientes.

Um dos lideres globais em tecnologias para adesivos aquosos, a FCC tem tecnologia própria na síntese de poliuretanos e é o maior e mais diversificado fornecedor de elastômeros termoplásticos da América Latina. Para garantir seu espaço no mercado, a empresa investe forte na certificação de seus processos, garantindo a aceitação de seus produtos em todos os continentes.

A FCC tem a matriz em Campo Bom, no Rio Grande do Sul, e unidades ainda em Morada Nova/CE e em Canelones, no Uruguai. Na cidade capital de São Paulo está uma central de distribuição da FCC.

Site da empresa – www.fcc.com.br

Publicidade

Publicidade

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]