Gastos com a contratação de temporários, pela prefeitura de Salvador, são considerados uma verdadeira caixa- preta

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

A prefeitura de Salvador continua ocupando o espaço de destaque na mídia baiana devido as suas trapalhadas de ordem financeira. Depois de ter as contas do exercício de 2009 rejeitadas nesta quinta-feira (09/12/2010), a prefeitura volta a ser foco da mídia com a repercussão dos dados que constam no relatório de prestação de contas. Uma das informações é de que a contratação temporária de pessoal disparou nos últimos anos e alcançou o patamar de 83% entre 2008 e 2009, além dos gastos com terceirizados.

No que diz respeito às contratações temporárias, o Tribunal de Contas dos Municípios avaliou que são uma “clara indicação da admissão de pessoal sem o necessário e o indispensável concurso público”. O prefeito João Henrique (PMDB), segundo noticia a imprensa, gastou R$ 32,4 milhões com contratação temporária de pessoal. Essa despesa havia sido de R$ 17,6 milhões em 2008. Também subiu em relação a 2007, ano que fechou em R$ 13 milhões o gasto com temporários. Já os funcionários terceirizados totalizaram um gasto de R$ 189,9 milhões em 2009. Superior aos R$ 177 milhões de 2008, mas não chega a ser maior que os R$ 217 milhões gastos em 2007.
 Para o diretor do Sindicato de Servidores da Prefeitura (Sindseps), Gustavo Mercês, “os terceirizados são uma verdadeira caixa-preta. A prefeitura divulga o valor total gasto, mas não sabemos o número de funcionários nem o que fazem”. As despesas com funcionários efetivos também saltaram de R$ 307 milhões em 2007 para R$ 436 milhões em 2009. O gasto total com pessoal, considerando todas as modalidades, fechou 2009 em R$ 1,106 bilhão.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]