Ex-presidente de Israel é considerado culpado de estupro

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

O ex-presidente israelense Moshe Katsav foi considerado culpado de estupro pela Justiça em Tel Aviv.

“Acreditamos na autora da ação (mulher que não foi identificada), pois o testemunho dela tem o apoio de elementos de prova, e ela falou a verdade”, disse o juiz George Karra ao ler o veredito.

‘Sem precedentes’

A condenação teve grande repercussão no país.

O presidente Shimon Peres, disse que “não existem dois tipos de cidadão em Israel”. “Existe apenas um tipo de cidadão, igual perante a Lei”.

O primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, disse que foi um “dia triste para o Estado de Israel e seus cidadãos”, mas acrescentou que o julgamento de Katsav foi um sinal da força do sistema judiciário do país.

Muitas vozes no país destacaram o fato de que até um ex-presidente não está acima da lei e que o julgamento seria um sinal da boa saúde da democracia israelense.

De acordo com o repórter da BBC em Jerusalém Rupert Wingfield Hayes, a imprensa israelense descreveu o veredito como “sem precedentes no mundo democrático”.

Grupos de defesa dos direitos das mulheres elogiaram o veredito, afirmando que as acusações de assédio sexual são ignoradas com frequência no país.

Acusações

Katsav foi acusado de ter estuprado duas vezes uma funcionária quando ocupava a pasta de Turismo, entre 1996 e 1999, e também de tê-la forçado a cometer um ato indecente.

A ex-funcionária do político, descrita apenas como Mulher A, alegou que Katsav a estuprou pela primeira vez no gabinete do Ministério do Turismo e depois em um hotel em Jerusalém.

As outras acusações, de crimes cometidos em 2003 e 2005, quando era presidente, eram de assédio sexual.

As acusações vieram à tona em 2006 e levaram Katsav a renunciar ao cargo no ano seguinte, sendo substituído pelo atual presidente, Shimon Peres.

O repórter da BBC em Jerusalém Rupert Wingfield Hayes destacou que o julgamento de Katsav não é um caso isolado de irregularidade no coração da política israelense, e lembrou que o ex-primeiro-ministro Ehud Olmert enfrenta acusações de corrupção.

*Com informações da BBC Brasil

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]