Desemprego na região metropolitana de Salvador caiu em novembro

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.
A taxa de desemprego durante o mês de novembro na Região Metropolitana de Salvador (RMS) caiu de 15,4%, em outubro, para 14,8% da População Economicamente Ativa (PEA). A informação é da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED/RMS), realizada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria do Planejamento (Seplan), em parceria com o Diese, a Secretaria de Emprego Trabalho e Renda e a Fundação Seade.
No conjunto das sete regiões metropolitanas pesquisadas pela PED (São Paulo, Salvador, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Fortaleza e Distrito Federal), a taxa de desemprego manteve-se relativamente estável, ao variar de 10,8%, em outubro, para os atuais 10,6%.
A taxa de desemprego apresentou desempenho diferenciado entre as regiões. Reduziu-se em Porto Alegre, Recife e Salvador. Aumentou em Fortaleza e Belo Horizonte, e permaneceu relativamente estável em São Paulo e no Distrito Federal.
Na RMS, o contingente de ocupados foi estimado em 1,6 milhão pessoas, enquanto que o número de desempregados foi de 279 mil. A queda do contingente de desempregados, entre os meses de outubro e novembro, deve-se à menor pressão da População Economicamente Ativa (PEA) no mercado de trabalho metropolitano.
A saída de 22 mil pessoas da força de trabalho superou as sete mil ocupações que foram eliminadas na RMS, resultando na redução do desemprego em 15 mil pessoas. A taxa de participação variou de 58,7%, em outubro, para 57,9%, em novembro.
“Este comportamento sazonal do mercado de trabalho metropolitano é esperado para os meses de novembro e dezembro, quando há uma diminuição do número de vagas”, diz Thaiz Braga, diretora de Pesquisas da SEI. Segundo ela, o que se verificou em novembro foi a queda do número de ocupações, “uma vez que as empresas realizam contratações temporárias em períodos anteriores, antecipando a maior demanda que se verifica no período de festas. Junte-se a isso a menor pressão sobre o mercado de trabalho da população economicamente ativa baiana no final do ano”, explica.
Em relação aos setores de atividade econômica, a pesquisa mostra que o nível ocupacional diminuiu no setor de Serviços (-12 mil ou -1,2%) e no agregado Outros Setores, que inclui Serviços Domésticos e Outras Atividades (-6 mil ou -4,3%), e permaneceu relativamente estável no Comércio (-1 mil ou -0,4%). Em contrapartida, aumentou o nível ocupacional na Indústria (8 mil ou 6,5%) e na Construção Civil (4 mil ou 3,3%).
No mês de outubro de 2010, o rendimento reduziu-se tanto para os ocupados (-3,0%) quanto para os assalariados (-2,0%). Os valores desses rendimentos foram estimados em R$ 1.058 e R$ 1.156, respectivamente.
Comparação anual 
Na comparação com novembro de 2009, o desemprego diminuiu intensamente, ao passar de 17,8% para os atuais 14,8% da população economicamente ativa. No período, o desemprego caiu, principalmente, devido o crescimento no nível de ocupação.
De acordo com a PEDRMS, o contingente de desempregados foi reduzido em 50 mil pessoas, como resultado da geração de 87 mil ocupações, número superior ao de pessoas que passaram a pressionar o mercado de trabalho (37 mil). A taxa de participação diminuiu de 58,3%, em novembro de 2009, para os atuais 57,9%.
Nos últimos 12 meses, o número de ocupados aumentou 5,7%, passando de 1.518 mil para 1.605 mil pessoas. Todos os setores de atividade econômica apresentaram crescimento no número de contratações, conforme a discriminação a seguir: Serviços (41 mil ou 4,5%), Construção Civil (24 mil ou 23,3%), Comércio (15 mil ou 6,1%), Indústria (4 mil ou 3,1%) e o agregado Outros Setores, que inclui os Serviços Domésticos e Outras Atividades (3 mil ou 2,3%).

Ainda na comparação com outubro de 2009, o rendimento aumentou para os ocupados (3,4%) e, em menor medida, para os assalariados (1,6%). O acréscimo derivou de elevação mais intensa no nível de ocupação e, em menor medida, do nível de rendimento médio.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108614 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]