Consumidor deve evitar dívidas com cartão de crédito

Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.Jornal Grande Bahia, compromisso em informar.

As chamadas dívidas não-bancárias, principalmente aquelas contraídas com cartões de crédito, foram as que mais cresceram em novembro, mês em que a inadimplência do consumidor aumentou 3,5% em relação a outubro, segundo pesquisa divulgada pelo indicador Serasa Experian na última segunda-feira (13/12/2010).

De acordo com a coordenadora de Estudos e Pesquisas do Procon-BA, Flávia Marimpietri, os cartões de crédito são mais utilizados pelos consumidores porque nesse tipo de compra, o dinheiro não sai imediatamente da conta, o que dá a falsa impressão de que o usuário não está gastando.
Porém, é preciso ter cuidado para não somar muitas dívidas no cartão. Flávia Marimpietri aconselha que os consumidores optem, sempre que possível, pelo pagamento à vista.
Juros altos – “Caso o consumidor não tenha como pagar à vista, o recomendável é que ele parcele em até quatro vezes, pois a partir do quarto mês, os fornecedores costumam aumentar a taxa de juros”, afirmou.
Outra dica dada pela coordenadora é que o consumidor evite o pagamento mínimo do cartão. “Os juros cobrados pelas operadoras de cartões de crédito estão entre os mais altos do mercado e o valor pago como mínimo praticamente não influi no total do débito para o mês seguinte. Ao invés de pagar o mínimo, ele pode optar por pedir, por exemplo, empréstimo com parentes ou com um banco que cobre juros mais baixos, para quitar integralmente o débito”, destacou.
Dicas importantes para usuário do cartão
• Ao receber um cartão de crédito que não foi solicitado, você pode devolvê-lo ao banco e ficará isento de pagar anuidade, caso não tenha desbloqueado o cartão;
• Pode ser anulada, em juízo, a cláusula contratual que permite ao banco retirar automaticamente da conta corrente o valor para pagar a dívida com o cartão de crédito ou financiamento;
• É aconselhável concentrar as compras em um único cartão. Quanto mais cartões, mais se gasta com o pagamento de anuidades, seguros, entre outros;
• Evite sacar o dinheiro disponibilizado pelas operadoras de cartão de crédito. Os encargos e as taxas cobradas nestas operações são muito altos;
• Guarde todos os comprovantes das compras efetuadas até chegar a fatura. Se houver cobranças indevidas, reclame imediatamente com a operadora de cartão de crédito.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]