ONGs cobram de Morales aprovação de lei antirracismo na Bolívia

Brasília – Representantes de mais de 100 organizações não governamentais (ONGs) cobraram hoje (05/10/2010) do presidente da Bolívia, Evo Morales, a aprovação de uma proposta antirracismo no país. É a Lei Contra o Racismo e Toda Forma de Discriminação. As organizações que participaram da elaboração do texto querem evitar que os parlamentares mudem a proposta e, por isso, pedem a aprovação na íntegra do documento.

O texto começou a ser elaborado há dois anos, quando houve sucessivas denúncias de racismo no país. Em 2008, na Região do Chaco, surgiram denúncias de que havia escravidão, e, em Sucre, agricultores foram submetidos a situações de humilhação.

“Nós queremos que a mídia também faça parte deste esforço para trabalhar com a questão do racismo”, disse a representante da Rede Contra o Racismo, Amanda Davila. “Essa é uma lei em que o racismo é tratado como um crime. Se alguém comete um crime, deve ser submetido à lei”, afirmou. “Se a mídia faz [de alguma forma] a defesa do racismo e racismo é crime, então deve ser punida.”

Os artigos referentes ao papel da imprensa são objeto de negociação entre Morales e os representantes dos veículos de imprensa da Bolívia. O receio dos responsáveis pela imprensa no país é que o texto, da forma como está, venha a limitar a ação da imprensa.

*Com informações da Agência Brasil

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108790 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]