IBGE está enfrentando dificuldades na coleta de dados para o Censo 2010 em Feira. Leia esta e outras notícias da PMFS

Fanfarras de diversas cidades da Bahia esbanjaram talento e beleza durante o VII Torneio Intermunicipal de Bandas e Fanfarras da Bahia, que aconteceu simultâneo ao XII Festival de Bandas e Fanfarras de Feira de Santana.
Fanfarras de diversas cidades da Bahia esbanjaram talento e beleza durante o VII Torneio Intermunicipal de Bandas e Fanfarras da Bahia, que aconteceu simultâneo ao XII Festival de Bandas e Fanfarras de Feira de Santana.
Fanfarras de diversas cidades da Bahia esbanjaram talento e beleza durante o VII Torneio Intermunicipal de Bandas e Fanfarras da Bahia, que aconteceu simultâneo ao XII Festival de Bandas e Fanfarras de Feira de Santana.
Fanfarras de diversas cidades da Bahia esbanjaram talento e beleza durante o VII Torneio Intermunicipal de Bandas e Fanfarras da Bahia, que aconteceu simultâneo ao XII Festival de Bandas e Fanfarras de Feira de Santana.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está enfrentando dificuldades para realizar a coleta de dados para o Censo 2010 em cerca de 10 mil casas em Feira de Santana. Mesmo sendo habitados, nos imóveis não são encontrados moradores para fornecimentos dos dados aos recenseadores.

O coordenador do Censo na cidade, Roberto Lima, observa que existe a previsão de residirem cerca de 35 mil pessoas nestes imóveis fechados. As dificuldades de acesso também estão sendo maiores nos condomínios residenciais, principalmente os de maior padrão, onde os síndicos não têm colaborado com o trabalho.
Nestes locais, os recenseadores estão deixando recado com nome e telefone do recenseador para contato visando agendar data para coleta das informações. O retorno às casas pode ser feito também aos sábados, domingos e feriados.
Para identificação dos recenseadores, os profissionais contratados pelo IBGE estão se apresentando com coletes e bonés do órgão federal, além de crachá grande e identidade. Também as dúvidas sobre a identificação do profissional podem ser tiradas através do telefone 0800-7218181.
Estimativa do IBGE é que em Feira de Santana já tenha sido realizada a coleta de dados de 84% da população, ou seja, 496.874 pessoas, residentes em cerca de 78% das residências. “Nossa previsão é de que Feira de Santana possua hoje 591.707 pessoas, número que pode ser para mais ou para menos. É uma previsão feita com base nos dois últimos Censos, indicando um crescimento populacional anual de 2,1%”, ressalta Roberto Lima.
Em Feira de Santana o trabalho está sendo desenvolvido por cerca de 600 profissionais, sendo cerca de 500 recenseadores, mais 60 coordenadores e os demais pessoal do quadro administrativo e de informática.
Festival de Fanfarras resgata tradição 
Grupos esbanjaram talento e beleza no desfile 
Fanfarras de diversas cidades da Bahia esbanjaram talento e beleza durante o VII Torneio Intermunicipal de Bandas e Fanfarras da Bahia, que aconteceu simultâneo ao XII Festival de Bandas e Fanfarras de Feira de Santana.
Os eventos, promovidos pela Liga Cultural de Bandas Musicais da Bahia (Licbamba) e a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), foram realizados na praça João Barbosa de Carvalho (praça do Fórum), no domingo (10/10/2010).
Participaram grupos representantes das cidades de Rui Barbosa, Conceição da Feira, Salvador, Anguera, Araci, Aracatu, Itacaré, Serrinha, Camamu, Arataca, Brumado, Santa Luz, Acupi, Amélia Rodrigues, Euclides da Cunha e Madre de Deus. A fanfarra Faita de Itacaré foi a grande vencedora da disputa, somando 398,1 pontos.
Para a avaliação, a comissão julgadora considerou a musicalidade: arranjo, afinação, melodia e harmonia; além de marcha, garbo, alinhamento e cobertura; e os periféricos: bor (condutor da fanfarra), balisa, pelotão, coreógrafo, pelotão cívico, figurino e regente. Além da campeã geral, as fanfarras foram classificadas por níveis.
O presidente da Liga organizadora, Luiz Carlos Souza, informou que no total 55 fanfarras disputam o torneio baiano. “Já realizamos etapas em Camamu, Santo Estevão, Salvador e agora em Feira de Santana. Na próxima semana estaremos em Conceição do Jacuípe; dia 05 de novembro é a final, com disputa entre as fanfarras mais pontuadas de cada etapa”, explicou.
O diretor municipal de eventos, Naron Vasconcelos, afirma que Feira de Santana já teve uma tradição de grandes fanfarras, a exemplo do Ginásio Municipal e Gastão Guimarães. “Ainda assim, o festival faz parte do calendário de eventos oficiais do município e, por isso, damos total apoio ao torneio”, destacou.
Mutirão acelera pintura do CMDI
Etapa final da reforma geral da unidade de saúde 
Toda a estrutura do Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Luiz Eugênio Laurine passa por pintura. Para evitar interrupção no atendimento à comunidade, o serviço está sendo desenvolvido durante este feriado prolongado. Cinco pintores e um supervisor fazem mutirão até esta terça-feira (12/10), nos três turnos, para acelerar o trabalho.
O equipamento é composto por 16 espaços, consultórios, recepções, almoxerifado e setor administrativo. No domingo (10/10) a pintura foi feita na sala de laudo, diretoria, faturamento, ultra-som e almoxarifado.
O diretor geral do CMDI, Raimundo Melo, informa que a previsão é que o trabalho seja concluído em novembro, tendo continuidade aos finais de semana e nos próximos feriados, caso ainda seja necessário.
“Poderíamos terminar em menos tempo, mas para isso teríamos que interromper cerca de 500 atendimentos por dia durante a semana, mas não podemos prejudicar as pessoas”, explicou. Este ano, 2010 foram realizados cerca de 64 mil atendimentos.
A pintura é última etapa da reforma do CMDI. Já houve troca de pisos, recuperação hidráulica e elétrica, revisão do telhado e instalação dos forros de PVC em todas as salas que não possuem laje. A unidade também vai receber o programa Saúde Digital a fim de proporcionar maior qualidade e agilidade no atendimento aos pacientes.
Feira livre tem boas opções de compra

Variedades de produtos e preços são os principais atrativos
Domingo é uma boa opção para quem gosta de feira livre. Em Feira de Santana o que não faltam espaços para atender a numerosa clientela que reserva o dia para ir às compras e pagar menos. As maiores e mais movimentadas feiras da cidade são as do bairro Estação Nova, Tomba, Sobradinho e Cidade Nova.
Frutas, verduras, legumes, hortaliças, condimentos e carnes estão entre os principais produtos comercializados, mas a variedade vai muito além. Materiais domésticos e até mesmo roupas também são encontrados.
A cabeleireira Cristiane Mascarenhas mora no bairro CIS, mas todos os domingos se desloca para a feira do Tomba. “Venho fazer as compras da semana aqui, porque é muito mais barato que em supermercados; consigo economizar mais de 50 por cento”, disse.
Há cerca de 40 anos é com o dinheiro das vendas aos domingos que Bispa do Carmo mantém o sustento da família. “Compro a mercadoria no Centro de Abastecimento e trago para revender no Tomba. O maior número de fregueses é pela manhã, porque a maioria prefere vir logo cedo. A tarde vem menos”, destaca.
Já adulto, Francisley Machado montou seu próprio negócio há um ano na feira da Estação Nova, mas desde criança acompanhava a mãe, Alice Machado, que vende no mesmo local há mais de 30 anos. “O movimento daqui é ótimo. Dá para tirar a renda do mês”, afirma.
E os clientes aprovam a mercadoria. “A feira é muito organizada, os produtos são variados e os preços estão muito bons”, frisou a assistente social Luciene Coutinho que veio de Salvador morar em Feira de Santana.

Prorrogado recadastramento de professores
Atualização de licenciados até esta quarta-feira
Os professores da rede municipal de ensino pertencentes ao quadro permanente terão até a próxima quarta-feira (13/10) para realizar a atualização cadastral. Mais de mil professores devem desenvolver a ação. Até o momento, 450 já levaram os documentos necessários e efetivaram seus cadastros junto à Secretaria de Educação.
“É preciso identificar a formação de cada professor e a necessidade de vagas em determinada instituição de ensino. Se existe uma vaga para Matemática, por exemplo, será possível identificar qual professor estará apto para ministrar a disciplina”, explica o secretário de Educação, José Raimundo.
Professores com licenciatura em áreas como Letras, Matemática, Educação Física, História, Geografia, Biologia e outras disciplinas estão entre os que deverão atualizar seus dados.
Segundo o secretário municipal, o recadastramento é obrigatório. “É importante informar que os professores com graduação em Pedagogia não precisam atualizar os dados neste momento”, reforça.
Os professores devem estar munidos do original e cópia da carteira de identidade, CPF e número do Título de Eleitor, além do atestado de conclusão do magistério (se possuir), diploma de graduação, certificados de cursos de pós-graduação e o último contracheque.
Mais informações pelos telefones 4009-8700 ou 3614-1095.O atendimento está sendo realizado na sede da Secretaria, situada na rua Geminiano Costa, 212, edifício Empresarial Dona Flor, Centro, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.
Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112847 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]