Cientista que desenvolveu fertilização in vitro ganha Prêmio Nobel de Medicina

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Responsável pelas primeiras pesquisas e experiências de desenvolvimento da fertilização in vitro, em 1968, o cientista inglês Robert Edwards, de 85 anos, é o vencedor do Prêmio Nobel. O nome de Edwards foi divulgado hoje (04/10/2010) em Estocolmo, na Suécia. Ele é um pioneiro de uma técnica que teve forte impacto social. As informações são da agência oficial de notícias da Argentina, a Telam.

Em 1978, as pesquisas desenvolvidas por Edwards permitiram o nascimento de Louise Brown – batizada como o primeiro “bebê do tubo de ensaio”. As pesquisas de Edwards levaram ao nascimento de cerca de 4 milhões de crianças no mundo ajudando os pais com dificuldades de fertilização.

Professor Emérito da Universidade de Cambridge, Edwards iniciou suas pesquisas sobre inseminação artificial na década de 1960 em parceria com o ginecologista Patrick Steptoe, que morreu em 1988. O inglês se dedicou a estudos de embriologia.

Os esforços de Edward foram premiados em 25 de julho de 1978 com o nascimento de Louise Brown. Desde então, Edwards intensificou o trabalho para aperfeiçoar as pesquisas e as técnicas. Ele foi alvo de críticas e controvérsias.

*Com informação da Agência Brasil

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109867 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]