Brasil: 1 em cada 3 crianças, entre 5 e 9 anos, está obesa

FAO lançou, na semana passada, uma parceria regional para combater o problema na América Latina; modelo será um curso virtual feito com a Colômbia.
A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, anunciou que irá reproduzir, para toda a América Latina, um curso virtual, lançado em parceria com a Colômbia, sobre o combate à obesidade infantil.

Com base em dados do Ibge, a agência informou que uma em cada três crianças brasileiras está com excesso de peso. Já no Chile, quase 10% dos menores de classe baixa sofrem do problema.

Consequências

No curso virtual produzido com o governo colombiano, a FAO apresenta opções de nutrição, ensina conceitos básicos de alimentação e as consequências do excesso de peso e obesidade.

Segundo a FAO, o problema passou a ser constante na América Latina e convive com a fome no continente.

A Argentina tem a pior taxa de obesidade em crianças menores de cinco anos. Ao todo, são 7,3% dos menores nesta faixa etária.

Adolescentes

No México, o excesso de peso está afetando não somente 25% das crianças entre 5 e 11 anos, mas também os adolescentes.

Para a agência da ONU, a tendência é crescente e é preciso prevenir a doença no continente.

A coordenadora do Núcleo de Capacitação da FAO, Elizabeth Galdames, disse que a agência tem muita experiência com ensino a distância e que a iniciativa deve ter um impacto nos hábitos alimentares da região.

*Com informações da Rádio ONU em Nova York

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Publicidade

Faça uma doação ao JGB

Perfil do Autor

Redação
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]