Nosso Lar. O livro, o filme

O filme ora em cartaz nos cinemas está a altura da excelente literatura que é Nosso Lar e a Coleção André Luiz. Leiam o livro e vejam o filme. Nunca mais seremos os mesmos.

No já distante ano de 1944 o médium Chico Xavier psicografou e publicou o livro clássico da literatura espírita Nosso Lar, sucesso de público com mais de um milhão e meio de exemplares vendidos. Quantos o leram? Milhões e milhões de brasileiros.

Este livro contribuiu decisivamente para a criação de uma cultura espírita neste nosso outro lar, terreno, chamado Brasil, e disseminou e tornou conhecido aqui nesta pátria noções como a continuidade da vida após a morte, o reencarnacionismo, a lei do carma (causa e efeito) e a existência de outros planos de existência — superiores e inferiores.

Este é um livro de iniciação espírita, doutrinário, e quem o leu nunca mais será o mesmo. Passa a ser portador de um conhecimento da existência humana que está no invisível, frente ao nosso limitado mundo sensorial.

O Espírito André Luiz nos manda notícias do lado de lá, na forma de um livro autobiográfico muito bem escrito, didático, detalhista, e aqueles que se aventuram por suas páginas e mais os outros quinze tomos da “Coleção André Luiz” se torna um doutor em espiritismo pela Universidade André Luiz.

O grande brasileiro Chico Xavier foi quem nos trouxe, através da sua psicografia, estes vastos conhecimentos da espiritualidade. Me atrevo a dizer que isso coloca o nosso Chico em pé de igualdade e importância ao próprio Codificador, Allan Kardec, e Nosso Lar no topo dos livros espíritas fundamentais, ao lado d’O Livro dos Espíritos.

Para quem não sabe, Nosso Lar é uma Colônia Espiritual socorrista, existente entre o plano terrestre e as regiões umbralinas, e tem como missão prestar caridade aos desencarnados que, com a morte física, “acordam” naqueles verdadeiros infernos astrais, os umbrais, lugares de muito sofrimento e dor.

As equipes de missionários têm como incumbência resgatar estes sofredores do limbo dos umbrais para tratamento dos seus corpos perispirituais em hospitais astrais; tomada de consciência de seus erros através do autoconhecimento; redignificação do ser e possível reencarne aqui no planeta Terra, para a expiação e regeneração.

A Colônia Espiritual Nosso Lar é formada também por escolas, muitas escolas, onde a ética e a moral cristã é divulgada e ensinada a todos aqueles que lá estão em tratamento.

A estrutura organizacional do Nosso Lar é bastante complexa, se constituindo numa grande burocracia astral. A arquitetura é ordenada, planejada, lembrando uma Brasília do bem, tanto na maioria dos seus habitantes quanto na magnífica ambientação e monumentalidade, diferente do realismo sovietista brasiliense.

Nosso Lar é dividida em 72 ministérios, o número 72 tendo um significado divino relacionado a um sopro do Criador. O Espírito André Luiz, que foi médico na Terra, com esforço e persistência procura aprender a medicina astral para prestar ajuda aos seus semelhantes. Concomitantemente, desenvolve os seus dons de escritor, ou “jornalista correspondente” do outro lado da vida.

O filme ora em cartaz nos cinemas está a altura da excelente literatura que é Nosso Lar e a Coleção André Luiz. Leiam o livro e vejam o filme. Nunca mais seremos os mesmos.

“A vida não cessa. A vida é fonte eterna e a morte é o jogo escuro das ilusões. Permutar a roupagem física não decide o problema fundamental da iluminação, como a troca de vestidos nada tem que ver com as soluções profundas do destino e do ser” (Nosso Lar — André Luiz).

Sobre Juarez Duarte Bomfim 741 Artigos
Baiano de Salvador, Juarez Duarte Bomfim é sociólogo e mestre em Administração pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), doutor em Geografia Humana pela Universidade de Salamanca, Espanha; e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Tem trabalhos publicados no campo da Sociologia, Ciência Política, Teoria das Organizações e Geografia Humana. Diversas outras publicações também sobre religiosidade e espiritualidade. Suas aventuras poético-literárias são divulgadas no Blog abrigado no Jornal Grande Bahia. E-mail para contato: [email protected]