Executiva Nacional do PT promete medidas contra ataques de baixo nível dos adversários

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

O deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), coordenador jurídico da campanha de Dilma Rousseff, informou hoje que o Partido dos Trabalhadores ingressou com pedido de abertura de inquérito policial junto ao Ministério Público para apurar a prática de crime eleitoral e identificar os autores de vídeos que atacam a honra da candidata e do partido na Internet.

“O objetivo é apurar crime, quem são os criadores. Há indícios veementes que são nossos adversários os autores desse vídeo. Mas, queremos que isso seja apurado pela polícia. Nós não temos a postura de fazer acusações sem apurações, ao contrário do que vem ocorrendo conosco”, explicou.

Além disso, a coligação Para o Brasil Seguir Mudando deu entrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma ação pedindo retirada imediata dos vídeos no YouTube, sem prejuízo das demais ações cabíveis no âmbito da legislação eleitoral.

A coligação também enviou ofício ao Google, que administra do YouTube, para que os vídeos sejam retirados do ar e que a empresa identifique quem publicou as peças de baixo nível na Internet.

A campanha de Dilma Rousseff recebeu informações de que a rede de mobilização do PSDB na Internet teria enviado e-mails aos eleitores cadastrados por volta das 15h de ontem, pedindo que ajudassem a disseminar as peças a partir das 17h.

“Consideramos que esse tipo de atitude revela uma intenção absolutamente deplorável no processo eleitoral. Nós continuaremos fazendo campanha de alto nível, propositiva e repudiando iniciativas dessa natureza de baixíssimo nível onde efetivamente me parece que a ética é rasgada literalmente pelo nosso principal antagonista”, disse Cardozo.

Marketing antiético

Para o coordenador da campanha, não há dúvidas de que os ataques de baixo nível dos adversários indicam o desespero de quem não está preparado para debater propostas.

“Não tenho a menor dúvida de que é desespero. A pessoa quando chega a esse nível de sofisticação, com essa característica de baixíssimo nível e peças bem feitas, caras, é uma baixaria bem rotulada, pensada, estruturada. Numa estratégia de marketing antiético. Isso só pode ter uma explicação. Quem não tem argumentos para enfrentar a realidade, quem se vê impotente de vencer o adversário, que tem melhores condições políticas pelos seus argumentos, ao invés de tentar mostrar falhas do nosso programa, falhas do nosso governo, ele age colocando o presidente Lula no seu programa e, ao mesmo tempo, nos atingindo do modo mais vil possível”, disse.

Segundo ele, é ainda mais lamentável a postura dos adversários com esse tipo de iniciativa justamente quando a sociedade reclama por ética na política.

Internet é usada para difundir mentiras contra Dilma

Estamos chegando à reta final da campanha. Faltam apenas 11 dias para irmos às urnas e elegermos Dilma Rousseff presidente. As pesquisas continuam mostrando crescimento da nossa candidata e apontam para uma possível vitória no 1º turno.

Mas, diante desse cenário de vitória, inúmeras mentiras em relação a Dilma têm sido inventadas e espalhadas na internet. A baixaria mais recente diz respeito a um e-mail que atribui a ela uma falsa declaração. Segundo o e-mail, Dilma teria dito que “nesta eleição, nem mesmo Cristo me tira essa vitória; as pesquisas comprovam o que eu estou dizendo, vou ganhar no primeiro turno”.

Dilma jamais disse isso. E nunca reconheceu uma vitória antecipadamente. Ao contrário, ela tem dito que pesquisa não ganha eleição, que eleição se ganha na urna. No mês de julho, em Curitiba, Dilma deu a seguinte declaração: “Ninguém pode subir no salto alto e sair por aí achando que já ganhou. Até o dia 3 de outubro, muita água vai rolar debaixo da ponte”.

No dia 21 de agosto, em Mauá (SP), Dilma novamente falou: “Eleição a gente não ganha com pesquisa. Eleição a gente ganha respeitando o voto do povo brasileiro. Peço para vocês muita atenção, muito empenho e muita garra, porque de hoje até o dia 3 nós vamos disputar cada voto.”

Outro tipo de e-mail baixaria é aquele que procura fazer campanha negativa contra a Dilma, espalhando mentiras para disseminar o medo entre a população. Como dizer, por exemplo, que o PT é contra a liberdade de culto e a liberdade de imprensa.

Já vimos este filme em outras eleições e, como bem definiu o presidente Lula em 2002, naquele ano “a esperança venceu o medo”. E vai ser assim novamente agora, com a eleição de Dilma presidente.

Em todos os eventos de que tem participado, Dilma demonstra coerência e valores como responsabilidade, compromisso, e principalmente, respeito ao eleitor e aos adversários.

É isso o que tem norteado a campanha de nossa candidata. É inadmissível que queiram vencer as eleições com base em calúnias e difamações.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112875 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]