Educação Especial atende centenas de estudantes com deficiência em Feira de Santana

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Estudantes em várias escolas da rede municipal

O sistema educacional inclusivo adotado pelas escolas da rede municipal de ensino de Feira de Santana atende centenas de estudantes com deficiências. Nas instituições, são disponibilizadas vagas e realizadas matrículas normalmente, independente da natureza da deficiência do aluno. Em 2009, foram atendidos 375 estudantes com algum tipo de deficiência.

De acordo com Marleide Batista Ramos, coordenadora da Divisão de Educação Especial, da Secretaria Municipal de Educação, além de participarem das aulas regularmente nas escolas, os alunos freqüentam as salas de recursos multifuncionais no turno oposto. “As salas tem estrutura adequada para acolher da melhor forma esses alunos. Os equipamentos e materiais são adaptados com a finalidade de atender suas necessidades”, ressalta.

As 19 salas de recursos multifuncionais que se encontram instaladas nas escolas são equipadas com computadores, softwares educativos para estudantes com surdez, livros e jogos pedagógicos em Braile, além de impressora que também funciona pelo mesmo método.

Professores de formação específica atuam nas salas para instruir os estudantes no curso de Informática Básica, realizar a adaptação do material dado em sala de aula e ensinar noções de Orientação e Mobilidade.

Segundo Marleide Ramos, a Divisão de Educação Especial realiza a formação e capacitação de professores, o atendimento e visitas as salas de recursos multifuncionais, alem de discutir nos grupos de trabalho distintos temas relacionados às deficiências.

As salas de recursos multifuncionais ja estão presentes no Centro Educacional Integrado Joselito Amorim, Escola Municipal Professor José Raimundo Pereira de Azevêdo (Caic), Escola Municipal Maria José Dantas, Escola Municipal Antônio Brandão, no distrito de Humildes, Escola Municipal João Marinho, dentre outras.

Asfalto avança na estrada da Matinha

Operários e máquinas mantêm o ritmo de trabalho

A pavimentação asfáltica com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) da estrada que liga a BR-116 Norte à sede do distrito de Matinha continua avançando. Os primeiros dois quilômetros de urbanização com asfalto a quente, considerado o que há de mais nobre em urbanização de vias públicas, já estão prontos. Agora começa uma nova etapa, até concluir os sete quilômetros de extensão total da pista.

Nesta etapa das obras, os operários estão reforçando a base da pista para receber a camada asfáltica nos próximos dias. Também estão executando a demarcação do espaço, visando manter uma largura padrão com capacidade para tráfego de dois veículos simultaneamente, nas duas vias.

As obras avançam em direção ao canteiro de obras, onde a empresa responsável pelo serviço já está com material sendo preparado para dar continuidade ao serviço de pavimentação asfáltica.

Operários e máquinas mantêm o ritmo para garantir melhor aproveitamento do tempo para conclusão das obras. Tratores e rolos compactadores preparam a base do solo para receber o CBUQ, que proporcionará melhores condições de tráfego para o distrito de Matinha, o mais novo de Feira de Santana.

Para a comunidade, a pavimentação asfáltica representa uma conquista que trará a modernidade para o distrito. “Com o asfalto, parece até que a distância para a cidade diminui porque os veículos passam a trafegar mais rápido e também mais seguro. E, além disso, o progresso logo vai chegar por aqui, com muitas outras melhorais”, aposta a agricultora Gerusa Santos da Silva.
Informática gratuita em Maria Quitéria

Laboratório de Informática conta com 12 computadores

O distrito de Maria Quitéria ganha o primeiro Laboratório de Informática com internet gratuita, mantido pelo Governo Municipal, através do programa Feira Cidade Digital. O equipamento, implantado na sede da Associação São José de Assistência Social, vai atender às crianças e adolescentes assistidas pela Guarda Mirim e também pessoas da comunidade.

O Laboratório de Informática conta com 12 computadores, todos com telas de LCD, ligados à internet banda larga com sinal gratuito. É o segundo passo dos investimentos no programa de inclusão digital desenvolvido pela Prefeitura, que já implantou na Serra de São José a antena transmissora do sinal de internet que cobre toda a zona rural de Feira de Santana.

Ao entregar o equipamento para a comunidade, na noite desta quarta-feira (01), o prefeito Tarcízio Pimenta ressaltou a importância da globalização da informação através da internet. Lembrou que o equipamento impulsiona o desenvolvimento das pessoas, possibilitando pesquisas e estudos, tornando todos, mesmo residentes em localidades mais afastadas, detentoras de conhecimento.

Em nome da comunidade, o coordenador da Guarda Mirim, sargento Eduardo Chaves, ressaltou os investimentos promovidos pela administração no distrito de Maria Quitéria visando proporcionar ganhos na qualidade de vida da comunidade. “Hoje é uma noite muito importante para o nosso distrito, em especial para a Guarda Mirim, que já conta com cursos de capoeira e futebol para ocupar durante três dias nos cerca de 400 alunos. Agora com a internet, vamos ocupar durante a semana toda e, com isso, diminuir ainda mais as chances de nossos jovens se envolverem com as drogas e a criminalidade”.

Para o vereador Reinaldo Miranda, as parcerias firmadas pela Prefeitura com entidades representativas da comunidade têm impulsionado o desenvolvimento em todo o município.
“Desde janeiro de 2009, quando o começou este governo, o distrito tem melhorado bastante.
Aqui foi implantada iluminação na entrada do distrito. E, no final do mês, vamos estar desmembrando os PSFs. Além disso, temos a certeza que em breve também vamos ganhar uma policlínica”, frisou.

Secretário participa de Congresso

Evento teve participação do Ministro da Saúde

O secretário de Saúde, Rafael Pinto Cordeiro, participou do I Congresso Brasileiro de Política, Planejamento e Gestão em Saúde, realizado no Centro de Convenções, em Salvador, de 24 a 26 de agosto. O evento, que foi aberto pelo Ministro da Saúde, José Gomes Temporão, teve como tema os “Caminhos e Descaminhos da Política de Saúde Brasileira”.

“A proposta do encontro foi de gerar reflexões e respostas que proporcionem o fortalecimento e uma maior credibilidade no Sistema Único de Saúde (Sus)”, destaca o secretário.

Temas como “A Saúde no Contexto das Políticas de Proteção Social e do Desenvolvimento”, “Sistemas de Saúde”, “Planejamento e Gestão” também foram assuntos abordados no evento. O congresso foi promovido pela Comissão de Política, Planejamento e Gestão da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e pelo Instituto de Saúde Coletiva (ISC) da Universidade Federal da Bahia (Ufba).

Além do secretário de Saúde, Rafael Pinto Cordeiro, também participaram do evento a coordenadora de planejamento e projetos, Izenildes Brito da Silva, e a secretária executiva do colegiado de gestão da microrregião de Feira de Santana, Elisabete Moreira dos Santos.
Idosos em atividade com dança de salão

246 idosos cadastrados no Centro de Convivência

Diversas atividades voltadas para a socialização dos idosos são desenvolvidas semanalmente pelo Centro de Convivência D.Zazinha. Nas instalações do Feira Tênis Clube (FTC), o público da terceira idade participa gratuitamente de aulas de hidroginástica, dança de salão, samba de roda e atividades físicas. Já nas dependências do Centro D.Zazinha eles participam de oficinas de artesanato, aulas de alfabetização, teatro e música.

As aulas de dança de salão, realizadas todas as quartas-feiras com o professor Saulo Rangel, reúnem dezenas de idosos, sendo as mulheres representadas em grande maioria. Os passos da dança de salão ensinados pelo professor abrangem 12 estilos distintos, de diferentes culturas.

“Além de trabalhar com os três estilos brasileiros – forró, lambada e samba de gafieira – focamos também o tango, originado na Argentina; a Salsa, que surgiu na Cuba; e o Merengue, que veio da República Dominicana”, exemplifica.

Segundo ele, “a dança de salão melhora tanto o condicionamento físico dos idosos quanto a auto-estima, tornando-os desinibidos e mais confiantes”.

A coordenadora do Centro de Convivência D.Zazinha, Aísile Andrade, informa que 246 idosos estão cadastrados no Centro, recebendo acompanhamento de assistente social, psicólogo e enfermeiro.

Para Valdemira Maria de Miranda, 70 anos, a participação nas atividades promovidas pelo Centro D.Zazinha trouxe alegria aos dias de vida dela. “Depois que fiquei viúva, me senti muito sozinha e triste. Fui encaminhada pelo Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do George Américo para o Centro, e hoje me sinto mais feliz, fiz novas amizades e consigo me divertir nas aulas”, conta.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110940 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]