Comitê dos Petroleiros da Bahia recebe ex-ministro José Dirceu

Ex-ministro da casa civil José Dirce debate com petroleiros
Ex-ministro da casa civil José Dirce debate com petroleiros conjuntura nacional.
Ex-ministro da casa civil José Dirce debate com petroleiros
Ex-ministro da casa civil José Dirce debate com petroleiros conjuntura nacional.

Dando continuidade ao ciclo de encontros “Discutindo o Brasil”, o comitê dos petroleiros recebeu (13/09/2010) a visita do ex-ministro da casa civil José Dirceu. Ao lado do presidente estadual do PT, Jonas Paulo, Dirceu foi recepcionado por militantes, jornalistas e lideranças políticas. O ex-ministro falou sobre Conjuntura Política Nacional, processo eleitoral e os horizontes políticos que se anunciam com a eleição de Dilma.

Ao iniciar o discurso o presidente do PT na Bahia, Jonas Paulo, fez questão de enfatizar que o PT elegeu a eleição nacional como uma prioridade estratégica, dialogando com a direção nacional e com o próprio Dirceu “Construímos um palanque forte para Dilma e Wagner na Bahia, quem não está nele errou na política, errou na estratégia e se contrapôs a articulação nacional, e além do mais, está empacado nas pesquisas”, disparou.

O dirigente lembrou também que a Bahia é um Estado onde foi possível construir a política articulada a partir da compreensão clara de que a disputa seria nacional “A eleição na Bahia é apenas um capitulo da disputa nacional”. Jonas lembrou a importância dos movimentos sindicais para o País e enfatizou que nem a ditadura conseguiu deter a força da militância. “Política é para ser feita com paixão, e foi com essa paixão que conseguimos combater a ditadura. Como presidente de um partido de massas me sinto na obrigação de render homenagens ao movimento sindical. Se hoje temos a Petrobras, a Caixa, Eletrobrás, Chesf e Banco do Brasil, foi através da coragem dos trabalhadores que resistiram as privatizações e entregaram as ferramentas necessárias para o desenvolvimento ao Lula”, finalizou.

Ao iniciar o seu discurso, Dirceu descreveu um pouco de sua trajetória política e fez uma análise sobre o papel da mídia e do poder econômico na tentativa de desestabilizar o projeto nacional “O primeiro ano do governo da Dilma certamente será marcado pela política. Todos os articulistas na Globo batem na mesma tecla. O problema do Brasil é o monopólio das grandes mídias. A imprensa já disputa até a constituição do governo”, ironizou.

Dando continuidade a sua análise, Dirceu afirmou que o PT elegeu e reelegeu um projeto através do Lula que é maior do que o PT “A eleição de Dilma tem uma representatividade ainda maior do que foi a de Lula, pois Dilma representa a expressão exata da força do nosso projeto. Dilma vai continuar o que Lula tem feito pelo País”, afirmou.

Reforçando o discurso do dirigente petista, Dirceu enfatizou a também a necessidade da realização da reforma política como uma questão essencial a democracia brasileira, citando o financiamento público de campanha, fidelidade partidária, voto em lista, cláusulas de barreira e fortalecimento dos partidos com o objetivo de transformá-los em verdadeiras instituições políticas.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111141 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]