Câmara de Vereadores de Feira de Santana homenageia escolas que se destacaram no Enem e Ideb, iniciativa foi do vereador petista Ângelo Almeida

Angelo Mario Cerqueira de Almeida (Angelo Almeida).
Angelo Mario Cerqueira de Almeida (Angelo Almeida).

CMFS homenageia escolas feirenses

A Câmara Municipal realizou esta manhã de sexta-feira (03/09/2010) uma sessão especial com o objetivo de homenagear unidades de ensino de Feira de Santana, nas redes pública e privada, que conquistaram posições de destaque nos últimos exames nacionais do ensino médio (Enem) e básico (Ideb). A iniciativa da homenagem foi do vereador Ângelo Almeida, autor de requerimento convocando a sessão.

Foram homenageados o Colégio Helyos, um dos 10 melhores do país no Enem, a Escola Estadual Padre Geovanni Ciresola, que se sobressaiu entre as unidades de ensino público no mesmo exame e o Centro de Educação Básica da Uefs, que é mantido através de convênio com o Município e conquistou posição se destaque no Ideb.

Estiveram presentes à sessão dirigentes das três unidades de ensino homenageadas. Pelo Colégio Helyos, a diretora Maria Luíza Santana Soledade, o vice, Teomar Soledade, a coordenadora pedagógica Patrícia Moltez, a professora Dejacir Azevedo e a aluna Larissa de Souza Caribé. Representando a Escola Estadual Padre Geovanni Ciresola, a diretora, irmã Solange Leite Silva. As professoras Kátia Daniele e Cristiana dos Anjos, diretora e vice, respectivamente, representaram o Centro de Educação Básica da Uefs, além do estudante Vitor de Oliveira Silva.

O vereador Roberto Tourinho presidiu a sessão especial, em razão da necessidade que teve o presidente de ofício da Casa, Antônio Carlos Passos Ataíde, de ausentar-se para resolver problemas do Legislativo, durante a homenagem. Ele disse que o colega Ângelo Almeida, autor do requerimento convocando a sessão especial, vem fazendo um trabalho político muito forte na defesa de um ensino de qualidade.

“Essas instituições de ensino dão exemplo de como se deve seguir”, diz Ângelo

Ângelo Almeida saudou aos convidados. Disse que a homenagem da Câmara visava principalmente aos jovens feirenses que fazem parte das unidades de ensino que se destacaram no Enem e no Ideb. “A educação em Feira de Santana deixa a desejar, especialmente na rede pública. As escolas em destaque representam a esperança de tempos melhores para o ensino. Essas instituições dão exemplo. É preciso mais responsabilidade dos poderes públicos com o setor”, afirmou.

Em sua opinião, é preciso fazer muito mais para que a educação de qualidade chegue para todos. As distâncias entre o público e o privado devem ser reduzidas. “O Colégio Helyos é fundamental na formação de talentos, cabeças pensantes para o país. Para Feira, o Helyos é um guia, para o ensino privado e para o público. As escolas públicas que se destacaram mostram que é possível fazer uma educação pública de qualidade”.

Ângelo mencionou artigo publicado no jornal “A Tarde” pelo professor feirense Edvaldo Boaventura, que cita no texto o trabalho do saudoso Áureo Filho, neste município. “Referência para a educação no estado da Bahia, o professor Áureo Filho criou uma nova relação entre o aluno e os métodos de ensino, fazendo com que muitos feirenses passassem a ocupar cargos relevantes no estado. Deu perspectiva a muitos jovens. Feira não cresceu apenas por seu comércio, mas pelo trabalho de homens e mulheres que lutaram pela educação”, discursou.

Representantes das escolas homenageadas registram iniciativa da Câmara

A aluna Larissa de Souza Caribé, do Helyos, disse que todos no colégio agradecem à Câmara. “O Enem exige habilidades e competências que são trabalhadas cotidianamente pelo colégio. Ela cumprimentou as escolas públicas que também se destacaram. Esperamos que a cidade cresça não apenas por sua força comercial, mas também pelo ensino. O estudo é o caminho mais seguro e estável para que se possa colher bons frutos”, declarou a estudante.

A irmã Solange, diretora da Escola Estadual Padre Geovanni Ciresola, salientou que o convite da Câmara é um importante incentivo a professores e alunos da instituição. “Foi uma surpresa muito grande o destaque obtido no Enem”, comentou. Segundo ela, o objetivo da instituição passa por influenciar em que os jovens se formem cidadãos de bem, busquem seu crescimento intelectual e saibam lutar por seus direitos.

Ela agradeceu aos professores da escola, pelo empenho. “Foi um salto muito grande, que nos estimula à melhores resultados. Há diferenças muito grandes entre a escola pública e a privada”. A escola tem 27 anos de existência e é conveniada com o Governo do Estado. Seu público alvo são as crianças carentes, na faixa da primeira a quarta séries.

Representando a Escola Básica da Uefs, o aluno Vitor, ainda um garoto, disse que foi uma vitória conquistada por todos daquela unidade de ensino. “O resultado do Ideb e esta homenagem servem de estímulo para que a gente possa seguir trilhando o crescimento intelectual. O objetivo da escola é formar cidadãos responsáveis”. Ele agradeceu aos professores, que ajudam a dar consciência a todos os alunos.

A coordenadora pedagógica do Helyos, professora Patrícia Moltez, fez um breve pronunciamento. Ela ressaltou que a Câmara foi muito feliz ao homenagear também as escolas públicas que se destacaram nos exames de ensino médio e fundamental.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110022 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]