Eleições 2010: Deputado José Cerqueira Neto inaugura comitê e lembra que o presente é construção do passado e que é preciso reafirmar o projeto do PT liderado por Lula nas urnas

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Na noite de ontem (06/08/2010) em Feira de Santana, o deputado estadual José Cerqueira Neto (Zé Neto), candidato a reeleição pelo Partido dos Trabalhadores, declarou durante a inauguração do comitê de campanha que esta eleição é a oportunidade de reafirmação de um projeto político que tem como base as necessidades do povo brasileiro. Ele afirmou: “Lula não precisa de sobrenome, ele encarna este nosso jeito simples de ser. Lula é o povo que chega ao poder para ajudar as massas. Precisamos continuar com o processo de mudança e resgate do interesse do povo, e afirmação da nação brasileira, elegendo em 2010 os candidatos que apoiam o projeto do PT e do presidente Lula”.

Durante o discurso, Neto lembrou a trajetória de luta. Explicando que para fazer propaganda eleitoral, ele e Walter Pinheiro pichavam os muros e que ser petista era ser estigmatizado pela elite que ocupava o poder. Apontado para um carro de som disse: “esta Rural é uma homenagem ao nosso passado, ela representa a nossa origem de luta, representa o homem do campo, os necessitados, as pessoas que precisam de nossa ajuda. Ela esta na campanha para nos lembrar que independente do que possuímos hoje é necessário olhar com respeito e amor ao próximo, aos necessitados, dando-lhes oportunidade de educação, emprego, moradia e saúde”.

Zé Neto finalizou o discurso declarando: “Quando o PT assumiu o governo da Bahia, apenas quatro mil alunos cursavam escolas técnicas. Ampliamos para 70 mil e vamos ampliar mais. Quero contar com apoio de vocês elegendo: Zé Neto, Walter Pinheiro, Lídice, Wagner e Dilma. Para deputado federal peço que escolham um dos nomes de nossa coligação, de nosso partido, um dos nomes que apoiam o nosso projeto”.

Sobre Carlos Augusto 9707 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).