Voto em trânsito |Por Luiz Carlos Amorim

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.

Terminou o prazo para o eleitor que não estará no seu domicilio eleitoral, no dia da eleição, mas sim em uma capital, votar em trânsito. Este ano seria um teste para ver o que teria que ser aperfeiçoada em pleitos seguintes, como de 2012 e 2014. Para se cadastrar, o eleitor precisou apresentar o título de eleitor e um documento com foto.
Quase cem mil pessoas se cadastraram até as 19 horas de hoje(23/08/2010), segundo o TSE, o que significa que os candidatos a presidente do país terão essa quantidade de votos a mais nestas eleições.
Interessante, não é? A “novidade” aparece justamente nestas eleições em que o atual presidente é marqueteiro da candidata do governo e vale só para votar no presidente e vice. Não é escancarado demais?

Esperamos que, mesmo aqueles que aprovam o atual governo, levem em consideração que ele está usando o privilégio de ter o poder nas mãos para eleger a sua candidata. Estamos assistindo,mais uma vez, ao desrespeito das leis por quem deveria dar o exemplo.

Nós, que vamos votar, precisamos pesar os abusos e incoerências, conhecer bem as fichas de cada um dos candidatos e saber se podemos votar ou não. O futuro do país é o nosso futuro. Precisamos ter consciência disso e sermos honestos, antes de tudo, conosco mesmo. E não esquecer, também, que se o Brasil continuar neste ritmo, com a saúde falida, com a educação cada vez pior e a segurança cada vez mais inexistente, com cada vez mais corrupção, que futuro terão nossos filhos e netos?

Eu não transferi ainda meu título, até ia me cadastrar para votar em trânsito, mas quando soube que vale só para escolher o presidente, desisti, pois quero escolher também o governador do nosso estado. Prefiro viajar e ir até o meu domicílio eleitoral.

Precisamos fazer escolhas. E fazê-las direito. Ou o futuro de todos estará comprometido.
E se não houver o que escolher, não se intimide. Vote nulo. Só não vote em branco. Li, há poucos dias, a crônica de um formador de opinião, em um de nossos jornais, sugerindo que se votasse em branco. Não façam isso. Voto em branco valerá, no final, para alguém.

Temos uma responsabilidade muito grande e explícita no ato de votar. Há que se atentar para isso.

*Por Luiz Carlos Amorim

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112944 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]