Sebrae Nacional oficializa Rede de Prefeitos Empreendedores

A Rede de Prefeitos Empreendedores, formada por gestores públicos municipais de todo o país cujas experiências de empreendedorismo local foram vencedoras do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, foi lançada nacionalmente em eventos realizados em Cariacica (ES) e Vitória (ES) ontem e hoje (30/07/2010). O objetivo da Rede é difundir a cultura empreendedora no país, contribuir para a implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas nas cidades brasileiras, e possibilitar a troca de experiências entre as lideranças municipais.

A Associação Brasileira de Municípios (ABM), que integra a Rede, foi representada pelo presidente da entidade, Luiz Alberto Muniz, e pela coordenadora-técnica do convênio ABM/Sebrae, Laura Maia. Segundo o presidente da ABM, o evento representa um marco no municipalismo, que passa a se comprometer com um novo patamar de desenvolvimento econômico e social nos municípios por meio da valorização das micro e pequenas empresas. “O lançamento da Rede de Prefeitos Empreendedores é um momento novo pra nós, municipalistas. Hoje há no país muitos prefeitos mobilizados em incentivar o empreendedorismo em suas cidades” enfatizou Muniz.

Durante o evento, o Sebrae e as três entidades nacionais de representação dos municípios assinaram termo de cooperação no sentido de fortalecer as ações de estímulo ao empreendedorismo municipal, principalmente em relação à implantação da Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas. Atualmente 33% dos municípios brasileiros implantaram a Lei. Com a ABM, o Sebrae desenvolveu um projeto em especial intitulado Bases do Desenvolvimento Municipal, que consiste em mapear, documentar e replicar as experiências de maior notabilidade na municipalização da Lei Geral.

O prefeito de Cariacica, Helder Salomão, anfitrião do primeiro dia do evento e vencedor nacional do Prêmio Prefeito Empreendedor do Sebrae nas categorias desburocratização e compras governamentais, destacou a importância do micro e pequeno empreendedor. “Há municípios que esperam por anos uma grande empresa se instalar e não percebem a importância da Micro e Pequena Empresa (MPE). O desenvolvimento pode ser muito mais sustentável quando temos várias MPEs. Além da concorrência ser menor, elas desenvolvem mais a economia local”.

Após a abertura do evento, os prefeitos convidados foram visitar locais onde são realizados projetos de incentivo ao empreendedorismo em Cariacica. Nesta sexta-feira (30), as atividades aconteceram em Vitória / ES, onde os prefeitos conheceram a Lei de Inovação e o projeto da Fábrica do Trabalho, realizações da administração da capital. O prefeito de Vitória e Presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), João Coser, falou das expectativas em relação à implantação da Rede. “O Brasil demorou, mas se deu conta de que são as micro e pequenas empresas que geram os empregos com serviços, indústria, comércio e agricultura”, disse.

Também prestigiaram a abertura o representante do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Nunes de Souza, e o presidente do Sebrae, Paulo Okamoto. O presidente da ABM observou o ativismo do Sebrae na promoção do evento. “O comprometimento do Sebrae com a questão do empreendedorismo municipal deve ser lembrado, o Presidente Okamoto e todos os envolvido nesse projeto estão contribuindo muito para construirmos cidades mais desenvolvidas e autônomas”, finalizou Alberto Muniz.

Sobre Carlos Augusto 9399 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).