Paulo Souto compartilha da indignação popular com derrubada das barracas em Salvador

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Barracas em Salvador

O candidato ao governo estadual pela coligação “A Bahia Merece Mais” (DEM/PSDB), Paulo Souto, compartilha da indignação geral da população pela forma brutal como foi feita a derrubada e remoção das barracas de praia da orla de Salvador. Durante a caminhada que fez no bairro da Liberdade, na manhã desta quinta-feira (26/08/2010), ao lado do deputado ACM Neto, o ex-governador manifestou sua opinião a moradores e comerciantes, que o abordaram sobre o assunto.

Na avaliação de Souto, o governo estadual é um dos grandes responsáveis por esse drama social que aflige milhares de trabalhadores e revolta a cidade. “Ainda na minha administração, começamos a desenvolver o Projeto Orla, mas a iniciativa, que previa soluções para a questão das barracas de praia, foi paralisada no governo de Jaques Wagner”, destaca.

Para Paulo Souto, o governo estadual não poderia ficar assistindo de braços cruzados à previsível tragédia social nesses três anos e oito meses de mandato. “O governador sabia que a prefeitura não tinha condições de resolver sozinha o problema. O governo que se gaba de ter gerado tantos empregos não buscou nenhuma alternativa para evitar o desemprego de milhares de trabalhadores, causado pela derrubada das mais de 350 barracas da orla de Salvador”.

Souto não admite a omissão do governador. “Wagner poderia ter evitado que tantas famílias perdessem seu ganha-pão. Logo ele que vive dizendo que a prioridade de seu governo é o social. Imagine se não fosse”, observa o candidato democrata.

Paulo Souto cobra medidas compensatórias pela transposição do Rio São Francisco

O candidato ao governo pela coligação “A Bahia Merece Mais”, Paulo Souto, criticou o fato de a Bahia não ter até hoje recebido a compensação devida pelo projeto de transposição das águas do Rio São Francisco. Ele cobrou medidas compensatórias ao estado, durante a inauguração do comitê do deputado Jorge Khoury, em Juazeiro, na noite de quarta-feira (25/08).

Segundo ele, a água retirada não volta mais e causa prejuízos ao estado baiano. “Nada contra levar água aos estados vizinhos desde que seja para abastecimento humano, mas não podemos admitir que populações que estão na Bahia, bem próximas ao Rio São Francisco, sofram ainda com a falta de água, enquanto a transposição leva o escasso recurso natural para projetos de irrigação. São indispensáveis medidas compensatórias”, afirmou Souto.

Acompanhado pelo vice Nilo Coelho (PSDB), pelos candidatos ao Senado Federal Aleluia (DEM) e José Ronaldo (DEM), além do deputado federal ACM Neto (DEM), Paulo Souto criticou o projeto do governo federal e lembrou que, quando foi senador, apresentou uma emenda que estabelecia a aprovação no Senado de projetos de transposição de águas que envolvessem interesses de mais de um estado.

“A decisão no Senado estabeleceria a igualdade de condições entre os estados, já que cada um deles possui a mesma quantidade de senadores. Infelizmente minha proposta não foi aprovada e a transposição seguiu em frente”, comentou o candidato democrata. Ele, no entanto, disse que, no caso de eleito, não vai abrir mão de reivindicar medidas compensatórias à Bahia.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111157 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]