Para o Brasil, acordo entre Venezuela e Colômbia dará dinamismo à América do Sul

Brasília – O Brasil comemorou ontem (10/08/2010) o fim do impasse envolvendo a Venezuela e a Colômbia. Para o governo brasileiro, o restabelecimento das relações diplomáticas deve ser motivo de satisfação e a oportunidade para retomar o dinamismo e o entendimento na região. Em nota oficial, divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores, o governo se coloca à disposição para cooperar na consolidação do acordo de paz firmado pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, e pelo colombiano, Juan Manuel Santos.

“O Brasil reitera sua disposição de seguir cooperando – por meios bilaterais e no âmbito da Unasul [União de Nações Sul-Americanas] – com as autoridades venezuelanas e colombianas para consolidar esta nova etapa de diálogo, em benefício da paz e da prosperidade regionais”, informa a nota oficial do Itamaraty.

Além disso, o Brasil ressalta, no texto, a importância do diálogo entre Caracas e Bogotá para o avanço da integração sul-americana. “O governo brasileiro manifesta seu apreço pelas gestões empreendidas pelo secretário-geral da Unasul, Néstor Kirchner, para a promoção do entendimento entre a Venezuela e a Colômbia.”

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, o entendimento entre a Venezuela e a Colômbia dará um novo impulso às relações políticas e econômicas na região. “O governo brasileiro congratula-se com os governos da Colômbia e da Venezuela pela decisão, que abre nova oportunidade para a retomada do dinamismo e do entendimento que historicamente caracterizam as relações entre os dois países”, diz a nota.

Ontem (10), depois de cerca de quatro horas, Chávez e Santos concluíram a reunião que selou o acordo de paz informando ter “virado a página” da crise diplomática que envolvia os dois países. É a retomada dos os vínculos políticos, diplomáticos e econômicos entre Caracas e Bogotá. Eles se comprometeram ainda a estabelecer um maior controle fronteiriço para evitar o trânsito de grupos armados.

Ambos os presidentes concordaram ainda com a criação de uma comissão que deve tratar de cinco pontos. Um deles é o pagamento da dívida da Venezuela com os empresários colombianos, estimada em US$ 800 milhões.

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]