Otimismo do empresariado baiano em julho foi moderado

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

O Índice de Confiança do Empresariado Baiano (Iceb) encerrou julho com 222,5 pontos – uma queda de 26,2%, na comparação com o mês anterior. A informação foi apurada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan). O valor registrado no mês passado é o menor da série histórica do índice, iniciada em março deste ano. O resultado do período desloca o estado de ânimo do empresariado local da zona de ‘Otimismo’ para a região de ‘Otimismo Moderado’.

No entanto, em relação às expectativas de contratação de mão de obra, os setores, em geral, estão ‘Otimistas’, com indicador global alcançando a marca de 257,6 pontos. Para o mês de julho, 44% dos representantes do setor produtivo que responderam à pesquisa pretendem contratar trabalhadores, 48% têm expectativa de manter o quadro atual de pessoal e apenas 8% têm expectativa de demitir nos próximos 12 meses.

A disposição de contratar ou cortar pessoal faz parte do item “desempenho das empresas”, apurado pelo Iceb. Ainda dentro da classificação, em relação à abertura de novas unidades, os setores apresentam estado de ânimo de ‘Otimismo Moderado’, com 243,3 pontos. Nesse contexto, 48% dos pesquisados têm perspectiva de abrir algumas unidades nos próximos doze meses.

Todos os setores pesquisados pelo Iceb no mês de julho tiveram seus indicadores reduzidos, em relação ao mês anterior, com exceção do setor Agropecuário que se manteve estável com 208,3 pontos, permanecendo na zona de ‘Otimismo Moderado’. Os setores Indústria e Serviços e Comércio sofreram retrações de 3,4% e 38,1%, respectivamente.

O primeiro, apesar do decréscimo, não alterou seu estado de ânimo, continua ‘Otimista’. O último, responsável em puxar o indicador para cima por ter maior peso no seu cálculo, migrou da zona de ‘Otimismo’, com 330,7 pontos, para zona de ‘Otimismo Moderado’, com 204,5 pontos, observa o economista da SEI, Urandi Paiva.

O questionário da Pesquisa de Confiança do Empresariado Baiano é dividido em duas partes. A primeira refere-se às variáveis econômicas (PIB, câmbio, inflação e juros) e a segunda, ao desempenho das empresas (vendas, situação financeira, emprego, capacidade produtiva, dentre outras).

Dentro do item “variáveis econômicas”, o Iceb detectou um ceticismo quase que generalizado em relação ao comportamento da taxa de juros para os próximos doze meses, com indicador geral registrando -169,3 pontos. O setor mais animado é o Agropecuário, que se encontra na zona de ‘Otimismo Moderado’, com 250 pontos. Indústria e Serviços e Comércio estão descrentes e localizam-se na faixa de ‘Pessimismo Moderado’, com -166,7 e -227,3 pontos, respectivamente. Em relação ao PIB nacional e estadual, os setores apresentaram perspectiva para os próximos doze meses de ‘Grande Otimismo’ para o primeiro, com 606,5 pontos, e para o segundo, os setores estão na faixa ‘Otimista’, com 443,3 pontos.

O Iceb é resultado de pesquisa apurada com entidades representativas dos diversos segmentos empresariais da Bahia. São federações, sindicatos patronais e associações, totalizando 40 entidades, pertencentes aos setores de Serviços e Comércio, Indústria e Agropecuária, que, juntas, representam aproximadamente 80% do PIB estadual.

O Índice possui escala que varia entre – 1000 e + 1000, sendo que resultados positivos revelam algum grau de otimismo e resultados negativos, um estado de ânimo pessimista.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108615 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]