Gripe H1N1 já atinge mais de 214 países, diz OMS

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Agência revela que pelo menos 18.449 pessoas morreram após contrair a influenza; atualização sobre combate e prevenção deve ser feita nesta terça-feira; último boletim foi divulgado em 1º de agosto de 2010.

A Organização Mundial da Saúde informou que a gripe H1N1 já atingiu 214 países.

Nesta terça-feira, a OMS deve atualizar notícias sobre combate e prevenção. O último boletim com o número de contaminados e mortes foi divulgado em 1º de agosto.

Américas

Segundo a agência, a influenza que começou no México em 2009 já matou 18.449 pessoas.

As regiões mais afetadas pela gripe H1N1 são o sul da Ásia e zonas das partes centro e sul das Américas.

A OMS revelou que os níveis de novas contaminações continuam baixos com exceção da África do Sul por causa de uma onda de infecção com a influenza sazonal.

Chile e Argentina

Os especialistas da agência disseram que as altas temperaturas do inverno na África do Sul e no hemisfério sul agravaram a situação do país africano.

O surto da gripe, causada pelo vírus H3N2 tipo B continua ocorrendo em partes do leste da África, do sudeste da Ásia e da América Central.

Na América do Sul, Chile e Argentina registram baixos índices de contaminação, mas algumas pessoas estão com problemas respiratórios.

Laboratório

A OMS informou que na Ásia, os piores níveis de contaminação com a influenza H1N1 foram notificados na Índia, em partes do Nepal e do Butão.

Somente na Índia, 25% das pessoas que fizeram exames em laboratório por causa de problemas respiratórios tinham o vírus da influenza.

O maior número de vítimas fatais vem das Américas. A região já notificou mais de 8 mil mortes

*Com informações da Rádio ONU

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112723 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]