Dilma Rousseff durante entrevista do Jornal da Globo: Quem tem tradição de vazamento e de grampos são os tucanos

A candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, participou ontem (31/08/2010) de entrevista no Jornal da Globo. Ao ser questionada sobre o vazamento de informações na Receita Federal e as acusações feitas pelo PSDB, Dilma lembrou que são os tucanos que têm expressiva tradição em vazamentos e grampos, inclusive durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

“Considero que é absolutamente injustificado que uma pessoa acuse outra sem apresentar prova”, disse Dilma;“Se essa situação for colocada dessa forma, o partido do candidato adversário tem uma trajetória de vazamentos e grampos absolutamente expressiva”, afirmou Dilma.

“Vazamento das dívidas dos deputados federais com o Banco do Brasil às vésperas da votação da emenda da reeleição. Os grampos que existiram no BNDES”, disse Dilma, em referência ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, que foi pivô de uma série de grampos promovidos por membros do próprio governo de FHC, durante o processo de privatização da Telebrás.

“Também há os grampos feitos junto ao próprio gabinete do secretário da Presidência da República. Eu jamais usei esses episódios para tornar o meu adversário suspeito de qualquer coisa, porque não acho correto. Mas também não concordo que me acusem ou acusem minha campanha”, afirmou a presidenciável. Dilma lembrou ainda aos apresentadores que o PT já representou uma série de ações criminais e por danos morais contra o candidato tucano por acusações sem provas com relação ao episódio.

Dilma também reafirmou durante a entrevista que não está negociando cargos em um eventual governo. “Eu não tenho discutido o futuro governo, por uma questão de respeito com a população. Para começar a discutir o governo, eu teria de estar eleita”, afirmou.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]