Confirmada a presença de Lula neste final de semana em Feira, quando estará participando da solenidade de inauguração do Hospital da Criança

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Nesta quinta-feira, dia (26/08/2010), o Hospital Estadual da Criança (HEC), em Feira de Santana, abre as portas com 80 leitos em funcionamento. A solenidade de inauguração será realizada às 15 horas, e contará com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A unidade fica ao lado do Hospital Clériston Andrade, na entrada da cidade, próximo da BR-324. Conta com sete pavimentos climatizados, que compõem os 16,2 mil metros quadrados de área construída.

A diretora técnica do HEC, Edilma Reis, afirmou que a capacidade de atendimento já foi estimada e será aumentada a cada ano. “Como todo serviço, o hospital ampliará os atendimentos de forma escalonada. São procedimentos de alta complexidade que precisam ser iniciados de forma gradativa.”

No final do primeiro ano serão 150 leitos. No segundo ano, o número passará para 280 leitos, sendo 40 de UTI e 30 de semiUTI.

Equipamentos – O hospital dispõe de equipamentos para realização de exames como endoscopia, tomografia computadorizada, ultrassonografia e radiografia. Entre as especialidades pediátricas serão oferecidas traumato-ortopedia, pneumologia, nefrologia, otorrinolaringologia, cirurgia geral, clínica geral e atendimento às urgências e emergências clínicas.

A partir do 13º mês de funcionamento, os pacientes contarão também com as especialidades de oncologia e cardiologia. Recém-nascidos e adolescentes de até 18 anos poderão receber atendimento no HEC. Além dos leitos, o hospital possui brinquedoteca, espaço para acompanhantes, salas e alojamentos destinados aos estudantes da área de saúde e um heliponto (única unidade do interior preparada para receber pacientes transportados em helicóptero).

A diretora Edilma Reis disse que haverá classificação de risco para priorizar os atendimentos. “O protocolo que classificará os riscos do paciente é muito importante e já está sendo utilizado em vários lugares do país, a exemplo de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Nossa intenção é dar segurança maior aos pacientes que chegam na emergência. A prioridade não será por ordem de chegada e sim por gravidade do caso. Uma criança tendo convulsão será atendida antes de um paciente com febre baixa.”

O número de atendimentos também deve aumentar no decorrer dos meses. A expectativa é de que no primeiro mês sejam realizados quatro mil atendimentos ambulatoriais. No segundo e no terceiro meses, devem ser atendidas oito mil e 13 mil pessoas no ambulatório, respectivamente.

A expectativa para o final do primeiro ano é de que tenham sido realizadas mais de oito mil internações e 48 mil consultas.

Estrutura para atendimento de casos mais complexos

O Hospital Estadual da Criança vai refletir nos atendimentos pediátricos feitos por outras unidades de Feira de Santana e região. O Hospital Inácia Pinto dos Santos, por exemplo, poderá se dedicar mais à área de maternidade.

“Estaremos preparados para atender os casos mais complexos. Uma simples febre deve ser atendida nas unidades de saúde mais próximas do paciente”, destacou o presidente do Instituto Sócrates Guanaes, André Guanaes.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112624 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]