Campanha ‘Chapada sem Fogo’ é lançada em Lençóis

O Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no Estado da Bahia, coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), lança no dia 27 de agosto de 2010 a campanha Chapada sem Fogo, em Lençóis, às 9 horas, no Auditório Afrânio Peixoto. O secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, estará presente ao evento, que também reunirá autoridades estaduais, municipais e a comunidade da região. As atividades prosseguem até sábado (28).

As atividades da campanha, cujo objetivo é evitar focos de incêndios na região, terão início no dia 25 de agosto, através de um encontro envolvendo representantes dos 34 municípios que compõem a região. Participam também representantes de organizações e instituições, poder público, sociedade civil e setor empresarial. A reunião será realizada no Centro Cultural da cidade de Nova Redenção, a partir das 14 horas.

De acordo com o Superintendente de Políticas Florestais Conservação e Biodiversidade da Sema, Ubiratan Félix, a ideia do encontro do dia 25 é definir com a população metodologias e estratégias com o intuito de evitar focos de incêndios na região, além de alinhar a melhor forma de mobilização nos municípios envolvidos. “Vamos distribuir material de apoio e cartazes, convocando a sociedade para essa ação”, ressalta.

O coordenador de Desenvolvimento Socioambiental da Diretoria de Unidades de Conservação da Sema, Paulo Novaes, explica que, durante o encontro, ficará acertada a participação de cada município na ação. “Vamos realizar uma grande mobilização simultânea, nos dias 27 e 28 de agosto, envolvendo os 34 municípios que integram a região da Chapada”, destaca Paulo.

O coordenador também adianta que cada prefeitura atuará em seu município com atividades ou ações que melhor se adequem a realidade do seu município. Paulo explica que podem ser realizadas palestras, trabalhos de conscientização ambiental nas escolas, utilização de carros de som, entre outros.

Prevenção, Monitoramento e Combate – Ainda dentro das ações da campanha Chapada sem Fogo, serão realizados em setembro três Seminários de Prevenção aos Incêndios Florestais nos municípios de Morro do Chapéu, Seabra, Rio de Contas, entre os dias 20 e 25. Em Barra da Estiva será realizado outro seminário em consonância com a pauta da reunião do comitê da Bacia do Paraguaçu.

As discussões terão como foco a educação ambiental e as ações preventivas de incêndio, e abordará temas como alternativas às queimadas para preparação do solo, sistemas agroflorestais. “Também vamos trabalhar a conscientização nas oito Unidades de Conservação (UCs) existentes na região da Chapada Diamantina”, pontua Paulo Novaes.

Já a fiscalização preventiva consiste na presença de fiscais em campo, orientando produtores rurais a não utilizar o fogo em suas propriedades e notificando as irregularidades ambientais. Quando necessário, o órgão irá autuar os produtores que descumprirem a norma. Cinco equipes percorrerão os 34 municípios envolvidos, com atuação entre os meses de julho a dezembro.

Ao final dos quatro seminários, a equipe pretende formar comissões locais, compostas por representantes do Poder Público Municipal, brigadistas e dos sindicatos de Produtores Rurais. O objetivo é que essas pessoas envolvidas indiquem propostas para a criação de um plano de ação de prevenção ao combate dos incêndios florestais 2010/2011.

Monitoramento dos focos de calor – A operação abrange ainda o monitoramento dos focos de calor realizado pelo Ingá e a fiscalização participativa, com apoio do Instituto do Meio Ambiente (IMA). O uso das imagens de diversos satélites proporcionam o monitoramento dos pontos de calor que podem originar incêndios, favorecendo o trabalho de prevenção. O trabalho é desenvolvido pelos técnicos do Ingá com o uso do Sigweb-I3 geo, um sistema desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), que funciona como uma ferramenta de localização geográfica.

O sistema auxilia na interpretação das informações meteorológicas, com dados atualizados a cada três horas. O ‘Grupo de Prevenção da Operação Chapada’, formado por técnicos da Secretaria do Meio Ambiente, do Ingá, do Instituto de Meio Ambiente (IMA) e do Corpo de Bombeiros da Bahia foi capacitado por técnicos do Ingá para obter informações sobre os pontos de calor, como localização, data, horário, município, característica da vegetação, entre outros.

De acordo com o meteorologista do Ingá, Ricardo Rodrigues, as orientações irão ajudar as equipes das Brigadas formadas por Bombeiros a escolherem os locais mais preocupantes, como áreas de proteção ambiental e de conservação localizadas pelos satélites. “Os pontos visualizados revelam a previsão, temperatura e área de risco e ainda demonstram a gravidade do fogo”, diz.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110000 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]