Bahia leva experiências pioneiras para o 16º Congresso Internacional de Educação a Distância

Governo desenvolve política com a finalidade de melhorar os indicadores da educação.
Governo desenvolve política com a finalidade de melhorar os indicadores da educação.
Governo desenvolve política com a finalidade de melhorar os indicadores da educação.
Governo desenvolve política com a finalidade de melhorar os indicadores da educação.

A Bahia socializa a experiência pioneira do projeto Ambiente Educacional Web com estudantes e professores do mundo inteiro. A Secretaria da Educação do Estado da Bahia apresenta o Portal da Educação no 16º Congresso Internacional de Educação a Distância, que acontece de 31 de agosto de 2010 a 3 de setembro em Foz do Iguaçu, no Paraná. O espaço interativo usa a tecnologia para oferecer a estudantes e professores da rede estadual aulas de todas as disciplinas de forma inovadora.

Outro feito desenvolvido no estado que será difundido no evento é o Programa de Formação Inicial de Professor da Bahia. Referência no país, as experiências desenvolvidas na Bahia ganham os holofotes em vários momentos do congresso. O coordenador do ambiente educacional web, Alfredo Matta, apresenta o projeto Conteúdos Digitais, a Física e o Cotidiano para a comunidade científica do maior evento da América Latina sobre o assunto. Além disso, a mesa redonda Aspectos da Produção do Condigital – “A Física e o Cotidiano” conta com a participação de toda a coordenação técnica explica detalhes do trabalho com estudantes e professores.

Também será montado um espaço dentro do congresso para difundir as experiências realizadas na Bahia. Durante os quatro dias do evento, professores e estudantes interessados serão capacitados nos programas desenvolvidos pela Secretaria da Educação. Além de um estande para divulgar as ações do Ambiente Educacional, será destinado também um espaço para expor a experiência com Educação a Distância na Formação de Professores. “Vamos apresentar nosso programa e também os nossos ambientes virtuais de aprendizagem, que são gratuitos, através de software livre”, informa Norma Mattos, diretora de Educação a Distância do Instituto Anísio Teixeira, órgão da Secretaria da Educação.

Ambiente Educacional – Os estudantes da rede estadual passaram a ter acesso a muito mais conteúdos do que os disponíveis nos livros e ministrados em salas de aulas. Estes conhecimentos se desbravam para os estudantes em banco de dados com animações, simulações, jogos, vídeos e áudios, de forma lúdica, crítica e contextualizada. Isso é possível através do Ambiente Educacional Web, espaço interativo, desenvolvido em software livre, que está inserido no Portal da Educação.

Projeto pioneiro no país, o Ambiente Educacional usa a tecnologia para oferecer a estudantes e professores da rede estadual aulas de todas as disciplinas de forma inovadora. O ensino da Física, por exemplo, deixa toda a complexidade dos livros de lado para ser trabalhado com base em conhecimentos do cotidiano e de acordo com o contexto regional. “Essa é uma das ações desenvolvidas pela Secretaria da Educação no sentido de se apropriar das tecnologias da internet em sala de aula”, explica o coordenador de Softwares Educacionais, Yuri Bastos Wanderley. Com uma linguagem bem atrativa, o espaço disponibiliza aos usuários conteúdos digitais e multimídias, uma rede social educacional e ambientes virtuais de aprendizagem e de produção.

Governo desenvolve política com a finalidade de melhorar os indicadores da educação.
Governo desenvolve política com a finalidade de melhorar os indicadores da educação.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, em parceria com o Ministério da Educação (MEC) vai oferecer, até o próximo ano, 60 mil vagas de formação inicial para professores das redes estadual e municipais. Atualmente, são 25 mil professores em sala de aula cursando a licenciatura e outros 35 mil vão iniciar os cursos até 2011. Das 60 mil vagas, 20 mil serão na modalidade de educação a distância e 40 mil na modalidade presencial. O professor que participa do programa vai fazer a formação em serviço, ou seja, o curso universitário paralelo às atividades docentes.

O programa, que é considerado o maior do país, conta com um investimento de R$ 400 milhões do governo federal e de R$ 84 milhões do tesouro estadual, diluídos ao longo de seis anos. O programa de formação de professores da Bahia contempla 1/5 das vagas ofertadas em todo o país. para atender esta clientela, a Secretaria da Educação criou o portal do educador, que é o lugar onde os professores da rede estadual podem se encontrar, aprender, trocar experiências, dar sugestões, participar de cursos de Educação a Distância, ter acesso a recursos pedagógicos e a material de apoio às aulas.

Tudo isso será possível através do endereço eletrônico do Instituto Anísio Teixeira, que estará inserido dentro do Portal da Educação -www.portaldaeducacao.ba.gov.br/portaldoeducador. Mais do que informar sobre todo o conteúdo da área da educação de interesse do professor, o portal vai estimular a interatividade em rede e vai abrir espaço ainda para que os professores acompanhem cursos, palestras e participem de atividades de formação docente.

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108610 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]