Bahia lança avaliação pioneira de desempenho de professores

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia vai avaliar desempenho de professores da rede estadual. A avaliação é voluntária e vai possibilitar o avanço na carreira de professores e coordenadores pedagógicos. A primeira avaliação oferece 3.000 oportunidades de progressão na carreira de Magistério Público do Ensino Fundamental e Médio do Estado.

“Mais do que possibilitar a melhoria salarial com a progressão na carreira de docentes, a avaliação vai gerar subsídios para promover a melhoria da qualidade do ensino nas escolas da rede estadual e ainda vai ajudar cada professor no seu próprio desenvolvimento”, afirma o secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto.

Segundo o Secretário, a progressão será concedida proporcionalmente ao número de inscritos em cada disciplina, dentro do limite de 3.000 vagas, para os candidatos classificados que obtiverem as maiores notas no Indicador de Desempenho. O efeito financeiro da primeira avaliação será retroativo a maio de 2010.

Todos os professores em regência, coordenadores pedagógicos, diretores e vice-diretores que integram o quadro efetivo do Magistério Público da Educação Básica do Estado da Bahia podem se candidatar ao benefício. Os docentes poderão optar pela sua área de formação ou atuação, escolhendo uma entre as seguintes disciplinas: Arte, Biologia, Ciências, Educação Física, Espanhol, Filosofia, Física, Francês, Geografia, História, Inglês, Língua Portuguesa, Matemática, Pedagogia, Química e Sociologia.

Os interessados em participar podem se inscrever e/ou confirmar suas inscrições a partir de terça-feira, dia 17 de agosto, até o dia 26 de agosto, pelo site www.cespe.unb.br/concursos/secba2010. O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), órgão da Universidade de Brasília (UnB) é a instituição responsável pelo desenvolvimento e aplicação das provas, que deverão ocorrer no próximo mês de setembro.

De acordo com o coordenador da avaliação, o professor da UnB e consultor do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Mauro Rabelo, “a iniciativa da Bahia demonstra uma atitude de vanguarda em termos de avaliação docente no Brasil”. Ele afirma que “a avaliação será pautada, principalmente, no desenvolvimento de habilidades fundamentais para o desenvolvimento do perfil profissional”.

Duas etapas de avaliação: individual e institucional

O processo de avaliação será composto por duas etapas. A primeira é a Avaliação Individual, que consiste na aplicação de prova com questões objetivas e discursivas. Essa etapa acontecerá nos municípios sede das Diretorias Regionais da Educação (Direc) do Estado da Bahia. Quanto à Avaliação Institucional, será considerado o indicador de rendimento do Censo Escolar do ano referência 2008.

Os critérios de avaliação foram definidos com base na Lei nº 10.693/2008, por representantes das secretarias estaduais da Educação, da Administração e das Relações Institucionais e ainda do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB), após sucessivas reuniões. O resultado foi a regulamentação por meio do Decreto nº 12.007/2010. O processo, que começou a ser desenvolvido pela Secretaria da Educação em 2008, vai envolver 1.511 escolas.

“A avaliação de docentes reafirma o compromisso do governo com a valorização profissional dos servidores da educação e a melhoria da qualidade das unidades educacionais. Queremos ver nossos professores bem, porque são eles que vão proporcionar as mudanças que todos desejamos para as nossas escolas”, afirma o Secretário da Educação do Estado da Bahia, Osvaldo Barreto, sinalizando que a avaliação vai permitir um melhor direcionamento das políticas públicas específicas para a formação de professor, currículo e recursos pedagógicos.

O Secretário informa ainda que ao final do processo, cada professor participante receberá um relatório individual para acompanhar seu próprio desenvolvimento. “O docente deverá olhar essa avaliação como ferramenta para o seu desenvolvimento, identificando as pistas para o seu aperfeiçoamento”, ressalta.

Salvador, 14 de agosto de 2010
Assessoria de Comunicação da Secretaria da Educação do Estado da Bahia

SERVIÇO

Processo de Avaliação de Desempenho dos Integrantes da Carreira do Magistério Público Estadual

CANDIDATOS: Integrantes do Magistério Público do Ensino Fundamental e Médio – 2009 do Estado da Bahia, nos cargos Professor ou Coordenador Pedagógico

TAXA: Inscrição gratuita

INSCRIÇÀO E/OU CONFIRMAÇÃO DE INSCRIÇÃO: de 17 a 26 de agosto

ONDE SE INSCREVER: www.cespe.unb.br/concursos/secba2010

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9293 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).