Angola e Bahia reforçam cooperação no ensino técnico-profissional

As experiências da educação profissional na Bahia foram apresentadas pelo secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto, nesta segunda-feira (23/08/2010), na abertura do “Programa Internacional de Actualização em Gestão Educacional Angola-Brasil”, que acontece até a próxima segunda-feira (30), no Bahia Othon Palace Hotel, reunindo educadores e dirigentes dos Institutos Médios Politécnicos e Agrários de Angola.

Promovido pela OK Technology, com apoio do governo angolano, o programa visa capacitar os gestores angolanos nas diferentes práticas e ferramentas contemporâneas de gestão educacional, visando a melhor organização e desenvolvimento das instituições.

“O desafio do país africano, a exemplo do Brasil, é a formação cidadã dos jovens e também a sua preparação para o mundo do trabalho”, disse Barreto, ressaltando que “a troca de conhecimentos na área educacional é fundamental para os dois países, que estão passando por um processo de aceleração do desenvolvimento econômico social”.

O intercâmbio com a Bahia é importante para Angola, afirmou o presidente da Ok Tecnology, o baiano Raimundo Lima, explicando que “o objetivo do governo de Angola, que vem implantando novos institutos no país, é solucionar o problema da falta de mão de obra qualificada para diminuir o desemprego e incrementar o desenvolvimento do país, por meio de técnicos devidamente qualificados”. No total, são 34 novos Institutos Politécnicos, Agrários e de Gestão distribuídos em todo o país.

Segundo o secretário da Educação “é preciso formar cidadãos com competências para o mundo do trabalho, para que não sejam frustradas as expectativas de empregabilidade, mas também com autonomia para continuar estudando e se desenvolvendo”. Ele salientou também a importância da formação dos professores e gestores dos Centros de Educação Profissional que, na Bahia, somam 27 Centros Territoriais e 11 Centros Estaduais, além de 102 unidades que ofertam educação profissional na rede estadual, atendendo aos 26 Territórios de Identidade do estado.

De acordo Raimundo Lima, a cooperação entre Brasil e Angola na área educacional já se desenvolve com êxito há três anos. “Atualmente, cerca de 150 brasileiros atuam como consultores de gestão educacional e professores de áreas técnicas nesses Institutos Angolanos, espalhados por todas as 18 Províncias (Estados) de Angola, de Cabinda ao Cunene”.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114949 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.