A peleja entre Bule-Bule e Mocinha da Passira | Por Alberto Peixo

Mocinha da Passira, sem sombra de dúvidas, é uma representante natural da mulher nordestina... Por outro lado, Bule-Bule dispensa comentários. É reconhecidamente o maior de todos os repentistas.
Mocinha da Passira, sem sombra de dúvidas, é uma representante natural da mulher nordestina... Por outro lado, Bule-Bule dispensa comentários. É reconhecidamente o maior de todos os repentistas.
Mocinha da Passira, sem sombra de dúvidas, é uma representante natural da mulher nordestina... Por outro lado, Bule-Bule dispensa comentários. É reconhecidamente o maior de todos os repentistas.
Mocinha da Passira, sem sombra de dúvidas, é uma representante natural da mulher nordestina… Por outro lado, Bule-Bule dispensa comentários. É reconhecidamente o maior de todos os repentistas.

Em Feira de Santana, o Restaurante Casa do Sertão, sempre voltado para o incentivo à cultura, estará apresentando no dia 13, próxima sexta feira, às 20 horas, um evento surpreendente. A peleja entre os dois repentistas mais conhecidos do Brasil: Bule-Bule e Mocinha da Passira.

Mocinha da Passira, sem sombra de dúvidas, é uma representante natural da mulher nordestina, quebrando preconceitos se tornando uma das maiores, senão a maior, repentista deste País. O máximo que vinha sendo permitido às mulheres era participarem sempre de forma secundária, neste universo de cordelistas e repentistas onde as estrelas sempre foram do sexo masculino. O meio está mudando para melhor.

Por outro lado, Bule-Bule dispensa comentários. É reconhecidamente o maior de todos os repentistas, de ambos os sexos, através de seus versos caracterizados pelo repente, samba de roda entre outros estilos regionais. Atualmente ocupa o cargo de Gerente de Cultura da Prefeitura Municipal de Camaçarí, diretor da Associação Baiana de Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia e da Ordem Brasileira dos Poetas da Literatura de Cordel. Recentemente foi premiado com o Prêmio Hangar de Música no Rio Grande do Norte junto com Margaret Menezes e Ivete Sangalo.

Com certeza será uma opção excelente, para abrir o fim de semana, experimentando uma gostosa picanha ou carne de sol na brasa, regada por uma deliciosa cachaça mineira e uma cerveja bem gelada. O Restaurante Casa do Sertão possui um cardápio muito variado, tendo como principal atrativo a culinária do nordeste, principalmente, do interior baiano. Está localizado na Avenida Santo Antonio, 122, Capuchinhos, fone 3625.1766.

*Alberto Peixoto, escritor.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Alberto Peixoto 488 Artigos
Antonio Alberto de Oliveira Peixoto, nasceu em Feira de Santana, em 3 de setembro de 1950, é Bacharel em Administração de Empresas pela UNIFACS, e funcionário público lotado na Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia, atua como articulista do Jornal Grande Bahia, escrevendo semanalmente, é escritor e tem entre as obras publicadas os livros de contos: 'Estórias que Deus Duvida', 'O Enterro da Sogra, 'Único Espermatozoide', 'Dasdores a Difícil Vida Fácil', participou da coletânea 'Bahia de Todos em Contos', Vol. III, através da editora Òmnira. Também atua incentivador da cultura nordestina, sendo conselheiro da Fundação Òmnira de Assistência Cultural e Comunitária, realizando atividades em favor de comunidades carentes de Salvador, Feira de Santana e Santo Antonio de Jesus. É Membro da Academia de Letras do Recôncavo (ALER), ocupando a cadeira de número 26. E-mail para contato: [email protected] Saiba mais sobre o autor visitando o endereço eletrônico http://www.albertopeixoto.com.br.