Seagri acelera industrialização no Vale de São Francisco

Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia.
Eduardo Salles, secretário da Agricultura da Bahia.

A Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária, Seagri, que recebeu de volta este mês a Coordenação de Agroindústria, dá nesta sexta-feira, (30/07/2010) importantes passos no processo de industrialização da região de Sento Sé e do Vale do São Francisco. Ás 10 horas, no município de Sento Sé, o secretário da Agricultura, engenheiro agrônomo Eduardo Salles, assina convênio de cooperação técnica e financeira com a Cooperativa dos Produtores de Cebola de Sento Sé e a EBDA para a implantação da Indústria de Processamento de Cebolas, que vai produzir pasta, cebola picada e em conserva. A unidade será construída em terreno doado pela prefeitura Municipal de Sento Sé à Cooperativa dos Produtores de Cebola em uma área total de 2.000 mil metros quadrados.

No mesmo dia, (30/07/2010), às 20 horas, em Petrolina, no estande da Seagri na XXI Feira Nacional da Agricultura Irrigada – FENAGRI 2010, que acontece no Centro de Convenções de Petrolina, o secretário assina termo de cooperação técnica para pré-estudo visando a instalação de indústria de processamento de frutas no Vale do São Francisco/Bahia, com a empresa Special Fruit e as associações Afrupec, Manga Brasil e Associação de Mandacaru.

Durante a mesma solenidade, será assinado termo de cooperação técnica com a Embrapa-Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semiárido, para avaliação técnica e econômica das videiras viníferas destinadas à produção de uvas para a elaboração de vinhos finos e de culturas de clima temperado na Chapada Diamantina.

Cebola

A unidade industrial de processamento de cebolas vai produzir pasta de cebola com e sem sal e terá capacidade inicial para processamento de 4 toneladas por dia de cebola. Conforme explicou o secretário Eduardo Salles, a instalação de uma indústria se justifica, não só por que será o primeiro empreendimento dessa natureza na região nordeste, mas porque criará uma nova oportunidade agroindustrial no Estado da Bahia, visando o desenvolvimento econômico e social da região.

O Vale do São Francisco compõe o principal pólo de produção de cebola do Norte/Nordeste, sendo Casa Nova o maior município produtor na Bahia e 2º no ranking nacional com mais de 3,6 mil hectares plantados, ou seja, 34% da área de cebola do Estado.

No período de baixa do lago de Sobradinho, as terras localizadas as margens do lago tornam-se áreas com características favoráveis para este cultivo, pois cada metro que o rio baixa, uma faixa de terra de um quilômetro fica disponível para o cultivo desta olerácea.

Nessa região, somente o município de Sento Sé possui a maior costa do lago de Sobradinho, abrangendo algo em torno 200 km de margem, evidenciando a potencialidade de crescimento da cebolicultura. O potencial que a região apresenta justifica a implantação de uma moderna unidade de beneficiamento de cebola para transformar a atividade de pós-colheita em fonte de geração de emprego e renda.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111198 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]