Projeto do novo Hotel da Bahia é apresentado ao governo do Estado

Sheraton é a maior e a segunda mais antiga cadeia de hotéis do mundo e pertence à Starwood Hotels & Resorts Worldwide. Sheraton formou-se em 1937 quando os empresários Ernest Henderson e Robert Lowell Moore compraram os Hotel Stonehaven em Springfield, Massachusetts, EUA.
Sheraton é a maior e a segunda mais antiga cadeia de hotéis do mundo e pertence à Starwood Hotels & Resorts Worldwide. Sheraton formou-se em 1937 quando os empresários Ernest Henderson e Robert Lowell Moore compraram os Hotel Stonehaven em Springfield, Massachusetts, EUA.
Sheraton é a maior e a segunda mais antiga cadeia de hotéis do mundo e pertence à Starwood Hotels & Resorts Worldwide. Sheraton formou-se em 1937 quando os empresários Ernest Henderson e Robert Lowell Moore compraram os Hotel Stonehaven em Springfield, Massachusetts, EUA.
Sheraton é a maior e a segunda mais antiga cadeia de hotéis do mundo e pertence à Starwood Hotels & Resorts Worldwide. Sheraton formou-se em 1937 quando os empresários Ernest Henderson e Robert Lowell Moore compraram os Hotel Stonehaven em Springfield, Massachusetts, EUA.

O empresário Guilherme Paulus apresentou, nesta terça-feira (20/07/2010), ao governador Jaques Wagner e ao secretário de Turismo, Antonio Carlos Tramm, o projeto do novo Hotel da Bahia, que deve retomar as atividades no Réveillon, inicialmente com metade da capacidade.

Paulus estava acompanhado do presidente do GJP Hotéis e Resorts, Baltazar Saldanha, do arquiteto André Sá, e do diretor-geral do Hotel da Bahia, Paulo Gaudenzi. Ele disse que algumas características do projeto original do hotel serão recuperadas e, pela nova concepção, o estabelecimento funcionará com 303 suítes, 30 a mais do que havia antes da suspensão das atividades, e apartamentos diferenciados no 4º e 12º andares.

Guilherme Paulus também reconheceu o empenho do governo estadual em manter o estabelecimento funcionando como hotel, com a ação de tombamento para impedir que o prédio, que foi leiloado por R$ 31 milhões, fosse vendido para a especulação imobiliária. Os recursos para a aquisição e reforma do imóvel são do próprio GJP Hotéis e Resorts.

O secretário de Turismo afirmou que as intervenções governamentais no Centro Antigo, por meio do PAC das Cidades Históricas, e a volta do Poder Executivo Estadual ao Palácio Rio Branco, na Praça Municipal, vão contribuir para a revitalização do entorno que compreende o hotel.

No Carnaval do próximo ano, mais de dois terços das suítes já estarão funcionando, de acordo com o diretor-geral Paulo Gaudenzi. Ele informou que os hóspedes contarão com três restaurantes e apartamentos com vista para o mar, no último andar.

O planejamento do empreendimento consiste na atração de 70% de hóspedes do segmento corporativo e o restante de turistas de lazer e visitantes estrangeiros. Para isso, será ampliado para 12 o número de salas de reunião e espaços para conferências. A direção do hotel espera uma taxa de ocupação anual em torno de 65%.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115009 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.