Otto diz que PMDB conspirou para inviabilizar governo Wagner e declara: Geddel não tem história nem respaldo para governar a Bahia

Otto afirma sobre Gedddel: Porque o pior de todos os baianos, é aquele baiano que vendo o governador. Trabalha para que ele não governe. Ao tentar impedir de fazer um bom governo, o prejudicado é o povo da Bahia.
Otto afirma sobre Gedddel: Porque o pior de todos os baianos, é aquele baiano que vendo o governador. Trabalha para que ele não governe. Ao tentar impedir de fazer um bom governo, o prejudicado é o povo da Bahia.
Otto afirma sobre Gedddel: Porque o pior de todos os baianos, é aquele baiano que vendo o governador. Trabalha para que ele não governe. Ao tentar impedir de fazer um bom governo, o prejudicado é o povo da Bahia.
Otto afirma sobre Gedddel: Porque o pior de todos os baianos, é aquele baiano que vendo o governador. Trabalha para que ele não governe. Ao tentar impedir de fazer um bom governo, o prejudicado é o povo da Bahia.

Otto Alencar: “o pior baiano é o que trabalha contra o povo”

Em recente pronunciamento na cidade de Feira de Santana, o candidato a vice-governador, Otto Alencar (Coligação Pra Bahia Seguir em frente), criticou duramente o candidato do PMDB ao Governo do Estado, Geddel Vieira Lima. Chamado de conspirador e afirmando que trabalha contra o povo da Bahia.

Otto referiu-se ao presidente Lula e declarou: “até os vencidos tiveram vez no governo de Lula. Ele governou para todos”. Na sequência disse que: “Na Bahia, Wagner fez a mesma coisa. Ele chamou para a sua base de governo pessoas que não tinham votado nele.”

Ele explica que para poder governar a Bahia Wagner precisava ter maioria na Assembleia. “Só que ele nunca imaginou que chamando os que ficaram contra ele, poderia ter no seio do seu governo, uma conspiração programada para derrotá-lo através do PMDB. Que lança um candidato hoje, sem história e sem respaldo para governar o estado”.

Alencar segue declarando: “foi em função disto, que vendo a sua dificuldade, no mês de junho de 2009, que Wagner me chamou e conversamos. Então ele me pediu o apoio de dois ou três deputados, amigos de Zé Neto, para formar uma aliança de apoio e sustentação ao seu governo. Contamos com Ângelo Coronel e Elmar Nascimento.

O ex-governador Otto Alencar foi além e afirmou: “Porque o pior de todos os baianos, é aquele baiano que vendo o governador, como foi eleito no primeiro turno de 2006, Wagner. Trabalha para que ele não governe. Ele não trabalha para prejudicar Wagner. Ao tentar impedir de fazer um bom governo, o prejudicado é o povo da Bahia. Que deixa de receber os benefícios que o governo pode promover. São muitos os programas importantes”.

Alencar finaliza explicando que “Ao contrário do que me diziam quando eu estava no Tribunal [Otto foi Conselheiro Tribunal de Contas dos Municípios]. Wagner tem obras em muitos municípios baianos, inaugurou e vai inaugurar muito mais obras”.

Vídeo: Otto Alencar Discursa em Feira de Santana

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Carlos Augusto 9738 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).