Notas dos alunos da rede estadual no NO ENEM superam a média do INEP

A média dos estudantes da rede estadual baiana no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2009 está acima do rendimento exigido pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para obtenção do certificado do Ensino Médio, que é de 450 pontos.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia atribui o resultado às políticas educacionais adotadas no sentido de melhorar a qualidade do ensino médio. Entre as ações estão o programa Mais Educação, que oferece atividades no turno diferente ao das aulas, inclusive o reforço escolar, e aulões e revisões para o Enem, realizados nas escolas.

Entre os dez melhores rendimentos na rede está o Colégio Estadual Zuleide Freire de Abreu, no município de Jacaraci, no sudoeste baiano, a 900 quilômetros de Salvador. Para a diretora Dilza Souza Braga Barbosa, “o empenho da direção e o compromisso dos professores contribuem para o resultado dos estudantes no Enem. Em nossa escola, não tem horário vago. Cobramos dos professores o maior empenho para garantir aos nossos estudantes uma educação de qualidade”.

Segundo Barbosa, esse é o único colégio de ensino médio do município, que atende a 571 estudantes na sede e em mais três anexos na zona rural. Apesar de considerar positivo o resultado alcançado pela rede estadual, a coordenadora de Avaliação da Secretaria da Educação do Estado, Diana Pipolo, diz que a Bahia pode avançar ainda mais.

“Continuaremos intensificando nossas ações pedagógicas dentro das escolas, no intuito de promover uma melhor formação no ensino médio para que os estudantes estejam aptos para lidar com as competências e habilidades requeridas pelo Enem”, afirma a coordenadora. Ela ressalta ainda a necessidade de ser levado em consideração que o exame foi reformulado em 2009 e os estudantes ainda estão em fase de adaptação ao novo modelo, que é mais extenso, e consequentemente, mais cansativo.

Ao todo, estudantes de 1.164 escolas da rede estadual participaram do exame. A superintendente de Acompanhamento e Avaliação do Sistema Educacional da Secretaria da Educação, Eni Bastos, explica que “o Enem não é um exame de avaliação da escola porque não é censitário, nem amostral, portanto, não permite a generalização dos resultados para o universo de cada escola. Como o Enem é um exame voluntário, os estudantes só fazem se quiserem”.

Certificado do ensino médio

O Enem funciona como uma das principais portas de acesso ao ensino superior. Além de poder se candidatar a bolsas do Prouni, com o desempenho no Enem, o estudante também pode concorrer a vagas nas universidades públicas de todo o país.

O Exame também assegura o certificado de conclusão do ensino médio para quem tem mais de 18 anos e que, por algum motivo, teve que parar de estudar. Para obter o certificado de conclusão do ensino médio é preciso conseguir o mínimo de 400 pontos em cada uma das quatro áreas de conhecimento e 500 pontos na redação do Enem. Só no ano passado, a Secretaria da Educação garantiu 212 certificações no estado.

As inscrições para o Enem de 2010 encerraram no dia 16 deste mês. As provas estão marcadas para os dias 6 e 7 de novembro. Para obter mais informações, acesse aqui.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109840 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: e[email protected]