José Ronaldo pontua na 4º posição como candidato ao senado com 9%. Liderando a disputa aparecem: Borges, 34%; Lídice, 22 % e Pinheiro com 18%

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
César Borges (PR) lidera corrida ao senado baiano, Lídice (PSB) com 22% e Walter Pinheiro (PT) com 18% brigam pela segunda vaga. Wagner (PT) é favorito na disputa pelo governo da Bahia com 44% e 69% votariam em um candidato apoiado por Lula.
O senador César Borges (PR) lidera pesquisa com 34% das intenções de voto para a disputa das duas vagas ao Senado na Bahia, segundo divulgação feita ontem (26/07/2010) pelo Instituto Datafolha Na segunda colocação aparece a deputada federal Lídice da Mata (PSB), com 22% e deputado Walter Pinheiro (PT), com 18%. O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM) aparece com 9%.

Na liderança das das pesquisas desde o período pré-eleitoral, o senador César Borges disse que o resultado já era esperado. “Não posso dizer que é uma surpresa para mim, pois as pesquisas internas já apontavam isso”, disse.

Apontada como uma surpresa para alguns, a posição da deputada Lídice da Mata na pesquisa é considerado normal pelo cientista político da UFBA, Paulo Fábio, que vê na socialista “um nome consolidado”. De Catu, em campanha, Lídice comentou: “Vi o resultado como uma boa notícia. Fiquei feliz porque as primeiras informações davam o meu nome e o de Pinheiro com 9% e 10%.

O mais importante é que está acontecendo um crescimento junto com Pinheiro, o que prova que a nossa estratégia está certa”, garante a socialista. “Se continuarmos nessa batida, nas próximas pesquisas já deveremos ter alcançado o primeiro lugar”, acrescentou.

Já o candidato Walter Pinheiro afirmou ter recebido de forma positiva a pesquisa Datafolha divulgada ontem pela Folha de São Paulo. Para ele, o resultado reflete o atraso do seu ingresso na disputa. “Nossa campanha só foi confirmada após o dia 30 de junho, depois de uma disputa interna e, para muita gente, eu seria candidato a deputado federal”, afirmou.

RESSALVAS

Contudo, o cientista político o Paulo Fábio chama a atenção ainda sobre o favoritismo obtido até agora pela candidatura do senador César Borges, que concorre ao Senado na chapa do candidato ao governo Geddel Vieira Lima (PMDB). “Para César Borges se manter onde ele precisa que Geddel chegue pelo menos ao patamar que Paulo Souto tem hoje”, avaliou.

“Se a campanha do PT e do DEM forem vitoriosas, há uma tendência de César Borges ficar solteiro. Aí, a saída dele é se houver adultério”, acrescentou Paulo Fábio, que ainda faz outra observação, também relacionada à disputa do Senado na Bahia, mais precisamente à capacidade de atração do eleitor. “A realidade mostra que são os partidos e os candidatos que se fazem votar. Os movimentos que as elites políticas fazem têm um poder enorme de influenciar o voto do eleitor”, observou.
César Borges (PR) lidera corrida ao senado baiano

A primeira pesquisa eleitoral realizada pelo Datafolha após a oficialização das candidaturas ao senado em 2010 revela que César Borges (PR) lidera a disputa com 34% das intenções de voto. Lídice (PSB), com 22% e Walter Pinheiro (PT) com 18% estão tecnicamente empatados na disputa a vaga. José Ronaldo (DEM), tem 9% das intenções de voto, Edvaldo Brito (PTB), 7%, Aleluia (DEM), 6%, Edson Duarte (PV), 4%, Carlos Sampaio (PCB), 3% e Zilmar e França, ambos do PSOL com 2% cada. Albione (PSTU) atingiu 1% das intenções de voto. A maioria (65%) ainda não sabe em quem votar para o senado, e 28% votariam em branco ou anulariam o voto se a eleição fosse hoje.

Foram ouvidos 1086 eleitores na Bahia em 51 municípios, e a margem de erro máxima para esta amostra é de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos.

César Borges é preferencialmente escolhido entre os eleitores de José Serra (43%), entre os simpatizantes do PSDB (49%) e entre os eleitores com nível de escolaridade médio (40%). Já Lídice tem melhor desempenho na capital (40%) e entre os que ganham mais do que cinco salários-mínimos (37%). Walter Pinheiro se destaca na capital (25%), entre os mais escolarizados (35%) e entre os simpatizantes do PSDB (31%).

Wagner (PT) é favorito

A primeira pesquisa eleitoral realizada pelo Datafolha após a oficialização das candidaturas em 2010 revela que Jaques Wagner (PT) lidera a disputa, com 44% das intenções de voto. O atual governador é seguido pelo candidato Paulo Souto (DEM), com 23% das menções, pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB), com 13%, e pelos candidatos Bassuma (PV), e Professor Carlos (PSTU), ambos com 1%. Foram citados mas não alcançaram 1% das intenções de voto os candidatos Marcos Mendes (PSOL) e Sandro Santa Bárbara (PCB). Afirmam votar em branco ou anular o voto, 5% e outros 14% não sabem em quem votar.

O levantamento ouviu 1086 eleitores baianos entre os dias 20 e 23 de julho de 2010, em 51 cidades do estado da Bahia. A margem de erro desta pesquisa é de 3,0 pontos percentuais para mais ou para menos.

O atual governador tem melhor desempenho entre os mais ricos (60%), entre os simpatizantes do PT (61%), e entre os que votam em Dilma Rousseff (60%) para presidente. Já o ex-governador Paulo Souto atinge os melhores índices entre os que têm entre 35 e 44 anos (28%), entre os que votam no tucano José Serra para presidente (39%) e entre os que reprovam o desempenho de Jaques Wagner no governo (35%).

Sem a apresentação do cartão dos candidatos, na intenção de voto espontânea, Wagner tem 25% das citações, Paulo Souto, 7%, Geddel Vieira Lima, 5%. Outros candidatos não atingiram 1% das citações. Não souberam responder 56% e outras citações somam 3%. Ainda existem 3% que afirmam votar em branco ou nulo.

Paulo Souto é o candidato mais rejeitado pelos eleitores: 30% não votariam no ex-governador. Geddel Vieira Lima tem rejeição de 20% e Jaques Wagner e Bassuma têm 16%, cada. São rejeitados ainda Marcos Mendes e Sandro Santa Bárbara, com 15% cada, e Professor Carlos, com 13%. Não rejeitam nenhum candidato somam 11% e outros 3% rejeitam todos os candidatos apresentados. Não sabem, 13%.

A rejeição a Paulo Souto é maior entre os mais escolarizados (52%), entre os mais ricos (42%), entre os homens (37%) e entre os que moram na capital (32%). Geddel Vieira Lima tem sua maior rejeição entre os mais escolarizados (32%), e entre os que moram em Salvador (28%).

Perguntados sobre a influência do apoio do presidente Lula a um candidato a governador, 48% afirma que votaria no candidato apoiado por Lula, 25% talvez votariam nesse candidato, e 22% não votariam em um candidato apoiado pelo presidente.

Para a maioria dos entrevistados (57%) o presidente Lula está apoiando o atual governador Jaques Wagner para a sucessão baiana, porém 6% dizem que Lula apóia o ex-ministro Geddel Vieira Lima, e para 3% ele apóia o ex-governador Paulo Souto. Dos entrevistados, 33% não sabem quem o presidente apóia na Bahia. Em Salvador, 60% afirmam que o apoio do presidente é para Wagner, assim como os mais escolarizados, dos quais, 87% citam o nome do petista como nome apoiado pelo presidente. Os mais ricos (85%) também citam o nome de Jaques Wagner como nome apoiado por Lula.

Jaques Wagner é o 2º melhor governador do País

O Jornal Folha de S. Paulo publicou nesta terça-feira (27/07), novos dados da pesquisa Datafolha divulgadas no último sábado (24/07).O levantamento aponta o governador da Bahia, Jaques Wagner, em 2º lugar no ranking de melhor governo do País.

Ao tomar conhecimento dos novos dados da pesquisa o presidente estadual do PT, Jonas Paulo, comemorou e fez um retrospecto do cenário político estadual no passado “Forças atravancavam deliberadamente o governo por dentro. No passado, nos encontrávamos em 7º lugar no ranking de melhor governo no país. Atualmente a realidade é outra. Após o processo de recomposição política, conseguimos avançar e o governo deslanchou ocupando o 2º lugar de melhor governo no País, liderando inclusive, nas pesquisas com uma significativa folga, além de termos os principais fiadores da liderança política de Dilma na Bahia”, destacou.

O dirigente avaliou também a boa aprovação do governo Lula e fez comparações com a gestão do atual governador do estado “A aprovação e a maturidade do governo Lula teve seu ápice no 2º mandato. No governo estadual estamos alcançando excelentes resultados já no primeiro mandato” e comemorou “ Estamos regogizados com a aprovação e resultado do nosso projeto que tem como marca, grandes investimentos em infra-estrutura, logística, macro-economia, priorizando sempre a melhoria da qualidade de vida das pessoas”.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112629 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]