Itabuna comemora avanços na educação em 100 anos de emancipação política

Reformas estruturais nas 20 unidades da rede estadual de ensino, mais verba para a merenda escolar – este ano, o repasse foi de R$664 mil – e novos recursos didáticos para a melhoria da qualidade das aulas são alguns dos fatores que colocam Itabuna numa posição de avanço na educação básica. Dentro das comemorações dos 100 anos de emancipação política do município (quarta, 28 de Julho de 2010), diversos projetos focados na educação foram viabilizados pelas unidades escolares da rede pública estadual.

“A educação em Itabuna melhorou muito. Temos hoje mais recursos para aplicar em projetos que visam à melhoria do ensino, como a TV pendrive, e que desenvolvem a autoestima e a integração escolar dos jovens, a exemplo do Festival Anual da Canção (Face), do Tempos de Arte Literária (TAL) e jogos eletrônicos”, analisa Ivone Miranda Menezes, coordenadora da Educação Básica da Diretoria Regional 7.

No Colégio Dona Amélia Amado, onde estudam 1.700 alunos, a comunidade relatou a história do município por meio de textos e fotografias, recitais de poesia e exposições ligadas a teatro, música e dança. Esse trabalho pedagógico, que mobilizou a comunidade escolar, vai ficar em cartaz até o final do ano letivo. O Colégio Estadual Deputado Luís Eduardo Magalhães também apresentou um projeto sobre a cultura itabunense, resgatando artistas locais. Esse projeto começou em maio e culminou na última segunda, 26.

Novas apostas – A capacitação das novas e antigas coordenações pedagógicas – visando ao acompanhamento nas unidades escolares – é uma das novas apostas da Diretoria Regional. “Priorizando o setor pedagógico, garantimos a qualidade no ensino”, considera a coordenadora.

O projeto de formação continuada dos professores do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA), que será executado nos dias 19 e 20 de agosto, também está sendo considerado uma ferramenta importante para a capacitação de professores, dentro da nova concepção da EJA da rede estadual de ensino. “Teremos ainda o programa Centro de Apoio Pedagógico aos alunos com deficiência, que será inaugurado ainda este ano e irá atender os alunos da rede”.

A reforma nas escolas de Itabuna é um importante capítulo na educação básica, conforme Ivone Menezes. A coordenadora cita os colégios estaduais Eraldo Tinoco, Dona Amélia Amado – Itabuna e Maria de Lourdes Veloso como os que sofreram reforma geral. “O Amélia Amado, por exemplo, ficou lindíssimo, com uma estrutura de escola particular, elogiada por toda a comunidade”, enaltece. Outros oito colégios tiveram reforma parcial, entre os quais General Osório, Armando Freire, Félix Mendonça e Professor Roberto Santos

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112801 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]