Hospital do Subúrbio recebe equipamentos e deve funcionar em até 60 dias

O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um site de notícias com publicações que abrangem as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador, dirigido e editado pelo jornalista e cientista social Carlos Augusto.

“Nós vamos, agora, aguardar a chegada de todos os equipamentos para começar todo o trabalho de preparação para atender à população em um prazo de 30 a 60 dias”, disse o representante da Prodal Saúde, Jorge Oliveira.

Mais um importante passo foi dado para que o Hospital do Subúrbio (HS), em Salvador, comece a atender à população. Nesta terça-feira (20/07/2010) foi assinado o termo de arrolamento dos bens da unidade hospitalar, que transfere para a Prodal Saúde S/A., vencedora da licitação, o direito de equipar e administrar o hospital durante um prazo de 10 anos.

A partir desse documento, assinado entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde (Sesab) e a Prodal Saúde, a empresa terá um prazo de dois meses para instalar toda a aparelhagem médica e tornar o hospital apto a atender a mais de um milhão de baianos que vivem nos bairros do entorno do Subúrbio Ferroviário e cidades da Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Parte dos equipamentos já chegou e está armazenada no almoxarifado do HS. “Nós vamos, agora, aguardar a chegada de todos os equipamentos para começar todo o trabalho de preparação para atender à população em um prazo de 30 a 60 dias”, disse o representante da Prodal Saúde, Jorge Oliveira.

Para o secretário da Saúde, Jorge Solla, a unidade deverá começar a operar antes mesmo do prazo previsto em contrato. “Pelas bases contratuais, eles têm até 60 dias, mas temos certeza que, pelo andamento dos trabalhos, permitirá a ativação em um prazo menos que o estipulado”.

A licitação para gestão e manutenção da unidade foi realizada na Bolsa de Valores de São Paulo, adotando um modelo inovador de gestão na área da Saúde, o da Parceria Público- Privada (PPP), o primeiro no país e o segundo no mundo.

O secretário da Fazenda, Carlos Martins, observou que, além de beneficiar a população, a PPP também proporciona mais economia aos cofres públicos. “O Estado terá um controle sobre a qualidade. Teremos indicadores que poderão aumentar ou reduzir a contraprestação mensal, conforme o cumprimento das metas previstas em contrato”.

Quando inaugurado, o hospital atenderá aos casos de urgência e emergência clínica. Serão 268 leitos de internação, distribuídos nas especialidades de clínica médica, clínica pediátrica, cirurgia geral adulto e pediátrica, traumato-ortopedia adulto e pediátrica, unidade semi-intensiva e UTI adulto e pediátrica.

Segundo Solla, as próximas etapas serão monitoradas pelo Estado. “Estamos acompanhando todo o processo de aquisição e de implantação”. O hospital também contará com o programa de Internação Domiciliar (ID), com capacidade inicial para atendimento a 30 pacientes. Haverá também um heliporto para facilitar o deslocamento de pacientes de outras regiões.

O representante da Prodal Saúde destacou que as aquisições para equipar o hospital serão modernas. “Teremos tudo de mais moderno que uma unidade hospitalar necessita. Os recursos humanos, tanto da equipe medida quanto da equipe não médica, também serão adequados para cuidar da atenção à saúde das pessoas. Fizemos uma parceria grande com o SineBahia, principalmente para a contratação da mão de obra mais básica. Priorizamos os trabalhadores que residem nas imediações do hospital”.

O grupo Prodal tem como responsabilidade, além de equipar e manter o hospital por 10 anos, contratar pessoal e adquirir equipamentos, assegurando mais agilidade no atendimento. Conforme Oliveira, quando estiver em pleno funcionamento serão aproximadamente 1.500 trabalhadores exercendo as mais diversas funções, dia e noite.

A secretária chefe da Casa Civil, Eva Chiavon, reiterou que a ação faz parte da política estadual de ampliação dos serviços de saúde. “Todos sabemos o quanto é desejado pelos baianos a ampliação em diversas especialidades. Não apenas aqui, com o Hospital do Subúrbio, mas também no Hospital da Criança, em Feira de Santana, entre outras unidades hospitalares em construção na Bahia”.

*Com informações de AGECOM

Redação do Jornal Grande Bahia
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 108862 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]