GP Bahia Stock Car terá mais emoção com ampliação das pistas do CAB

A sexta etapa do Grande Prêmio Bahia Stock Car, que será realizada em Salvador no dia 15 de agosto de 2010, a partir das 11 horas, promete grandes novidades. Para falar do assunto, representantes da Vicar Produções Desportivas, empresa responsável pela organização do evento, e do governo estadual, reuniram a imprensa nesta terça-feira (06/07/2010), na Secretaria do Turismo. Este é o segundo ano consecutivo que a prova de rua acontece no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na capital baiana. No ano passado ficou acertada a realização da prova durante cinco anos na Bahia, a partir de um acordo assinado entre o Governo do Estado, a Federação Automobilismo da Bahia, a Vicar e a Prefeitura de Salvador.

Com o objetivo de dar mais emoção ao público que vai acompanhar o desempenho dos 20 pilotos durante o GP, o CAB passa por várias readequações. A principal delas é o alargamento de três metros na pista, possibilitando o número de ultrapassagens.

Além disso, serão construídas duas passarelas com 8,80 metros de largura e 15 de comprimento, que vão melhorar o acesso dos espectadores a uma das 11 arquibancadas. Também estão sendo feitas duas chicanes para garantir a segurança dos pilotos.

De acordo com o diretor geral da Vicar, Maurício Slaviero, uma das alterações será na “curva da balança”, que será alargada em cinco metros. A curva em “S” será instalada próxima a Assembléia Legislativa e a chicane nas proximidades dos boxes.

A expectativa é que todas estas alterações atraiam um público 50% maior em relação ao ano passado, quando o GP quebrou um recorde de espectadores. No total, 47 mil pessoas foram ver de perto o evento. Para receber esses amantes do automobilismo, o número de assentos nas arquibancadas será ampliado e a quantidade de ingressos também vai aumentar, sendo oferecidos 50% a mais que no ano passado.

Os bilhetes serão vendidos a partir de terça-feira da próxima semana (13), no Shopping Iguatemi por R$ 80, R$ 100 e R$ 120. Um camarote com entradas vendidas ao público também será disponibilizado na edição deste ano. Quem for ao GP também vai conferir a primeira prova de rua da categoria Mini Challenge. Os carros importados da Inglaterra são equipados com motores de 224 cavalos de potência e podem atingir 240 quilômetros por hora.

Empolgação e ansiedade

A presidente da Federação de Automobilismo da Bahia, Selma Moraes, esteve com os pilotos da Stock Car durante a quinta etapa em Ribeirão Preto, e relatou a ansiedade deles para a disputa em Salvador. Voltar a correr nos 2,9 quilômetros do percurso é o que esperam todos que concorrem ao podium do GP.

Segundo Selma, desde que souberam das ações do governo para a melhoria da pista, as equipes passaram a contar os dias para estar em Salvador. E aproveitam o momento para elaborar novas estratégias, visando à classificação para a final. “Eles só falam nisso. Estão empolgados para a sexta etapa e acreditam que este ano a disputa será mais acirrada, pois, com o alargamento da pista, haverá ultrapassagem, esquentando ainda mais o GP”, afirmou.

Faltando exatamente 39 dias para o Grande Prêmio, os organizadores garantem que a montagem do circuito será iniciada a partir da próxima sexta-feira (9). Os integrantes da organização já estão em Salvador e fazem constantes reuniões com órgãos públicos e também efetuam vistorias técnicas no local da prova, com o objetivo de assegurar a realização do evento automobilístico.

Economia

De acordo com o secretário de Turismo da Bahia, Antonio Carlos Tramm, o GP Bahia de Stock Car tem um importante significado para economia baiana. “Ano passado, tivemos um incremento de 20% na ocupação hoteleira e a geração de três mil postos de trabalho com a corrida no Estado”, informou. Outro dado importante, é a movimentação financeira do evento que chega a R$ 20 milhões.

O titular da Setur lembrou ainda a importância do retorno de imagem proporcionado pelo evento. Segundo a Infomídia, empresa vinculada ao Ibope, o GP Bahia de Stock Car gerou R$ 18 milhões em mídia espontânea, o equivalente a três etapas em outros lugares do Brasil.

Carbono Zero

A diretora de Eventos da Vicar, Vanda Camacho, também destacou o empenho dos órgãos de governo para a realização da prova. Ela ressaltou ainda a iniciativa da Bahia de neutralizar os gases emitidos nas corridas com a plantação de mudas, agora utilizada em todas as etapas da competição. O Selo Carbono Zero é um projeto da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), por meio do programa Floresta Bahia Global, pioneira no setor público brasileiro, que visa à recuperação de florestas e à descarbonização do meio ambiente.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 112734 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]