Governo do Estado investe em inclusão digital e Câmara Setorial do Leite trabalha para fortalecer o setor na Bahia

Publicidade

Banner da Gujão: Campanha com o tema ‘Tudo fresquinho é melhor’, veiculada em 3 de junho de 2022.
Por intervenção do deputado Zé Neto, Buritirama e Uauá serão contemplados com Centros Digitais de Cidadania.
Por intervenção do deputado Zé Neto, Buritirama e Uauá serão contemplados com Centros Digitais de Cidadania.
Por intervenção do deputado Zé Neto, Buritirama e Uauá serão contemplados com Centros Digitais de Cidadania.
Por intervenção do deputado Zé Neto, Buritirama e Uauá serão contemplados com Centros Digitais de Cidadania.

Na manhã desta segunda-feira (05/07/2010), representantes de umas das 110 Associações Comunitárias que serão beneficiadas com a implantação de Centros Digitais de Cidadania (CDCs), juntamente com gestores municipais, compareceram as instalações da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia (SECTI) para receber recomendações a respeito da montagem de Telecentros.

Os espaços públicos serão providos de computadores com conexão a internet onde serão realizadas atividades que objetivam promover a inclusão digital e social das comunidades atendidas. Na oportunidade foram discutidas questões como infra-estrutura e espaço físico, segurança e condições ambientais, por exemplo.

A prefeita de Buritirama – uma das cidades que serão beneficiadas com instalação de CDC por intervenção do deputado estadual Zé Neto – Yoná Almeida, enfatizou que além do benefício em inclusão ainda há a profissionalização de jovens entre 16 a 29 anos, que serão qualificados para instruir os usuários do CDC recebendo um auxílio mensal de R$ 240. Ao todo são dois monitores por Telecentro, espaço onde o acesso é livre, mas com a assistência desses jovens monitores.

Os munícipes de Uauá também serão beneficiados com a instalação de Telecentros, que serão providos com cadeiras multiuso, mesa do professor, armário baixo em MDF, mesa para computador, mesa para impressora, projetor multimídia, microcomputadores, roteadores wireless (sem fio), impressora, estabilizador, câmera de segurança e microcomputador servidor.

Presentes – além de gestores de municípios contemplados e representantes do Mandato do deputado Zé Neto, o secretário da SECTI, Feliciano Tavares; o coordenador do Projeto Sócio-digital, Charles Sacramento e a professora Sônia, técnica da SECTI, que trata do Programa de Telecentros, estiveram presentes.

Câmara Setorial do Leite intensifica diálogo com objetivo de fortalecer o setor na Bahia

Apelidado de “Pai do Leite na Bahia”, o deputado Zé Neto está engajado no debate sobre a Cadeia do Leite no estado

Na manhã desta segunda-feira (05), componentes de uma das Câmaras Setoriais mais importantes do Estado, a do Leite, reuniu-se nas instalações da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), a fim de discutir e traçar estratégias para fortalecer o setor e ampliar sua capacidade produtiva.

Assistência técnica, linhas de crédito, seguro e financiamento, comercialização, conquista de mercado, defesa agropecuária, infra-estrutura e logística também estiveram na pauta da reunião, momento onde foi dado início ao mapeamento dos principais pontos fortes, fracos e oportunidades dentro dos portões da Cadeia Produtiva do Leite.

Foi discutido ainda a capacitação de mão-de-obra em produção, planejamento e desenvolvimento de sistemas de apoio e gestão integrada da produção distribuição e comercialização do que é produzido.

Luiz Freire Sande, gerente dos Programas Especiais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-Ba) trouxe algumas explanações a respeito do rebanho bovino no Brasil, maior do mundo, mas sexto em produção no âmbito mundial. A nível estadual, Sande informou que somos o terceiro maior rebanho e o sétimo maior em produtividade, sendo, no Nordeste, o último em produção.

“Pela primeira vez eu vejo uma proposta de política para o setor agropecuário sendo pensado reunindo os vários atores. O que me deixa mais satisfeito é que este não é um Plano de Governo, mas de Estado, quer dizer, independente de questões partidárias, os empreendedores do setor não serão prejudicados”, avaliou o gerente.

Ajudando a planejar para que a produção atenda as demandas futuras por alimento, sendo o leite um dos itens básicos na alimentação, o deputado estadual Zé Neto – interlocutor direto entre os produtores, a Câmara Setorial e o Governo Wagner – falou sobre a inserção dos pequenos produtores nas exigências legais e na formulação jurídica das cooperativas, para que eles possam competir.

“Precisamos estabelecer um ponto de equilíbrio com outros estados mais desenvolvidos, neste sentido, para avançarmos. Portanto, precisamos estar dentro da legalidade, das condições sanitárias adequadas, da logística, criando oportunidades de fabrico e ampliando a oferta de produtos como a manteiga, o achocolatado, o iogurte e o biscoito, por exemplo, dos produtores organizados em cooperativas para a venda institucional, através da Ebal, para depois inserí-los no mercado formal”, disse o parlamentar, que finalizou sua fala frisando que é preciso focar em proposições estratégicas para serem encaminhadas objetivamente aos responsáveis, aos aportes do estado.

O próximo encontro deve ocorrer no próximo dia 14

Câmaras Setoriais – são fóruns organizacionais e permanentes criados pela Seagri que buscam aumentar a eficiência das cadeias produtivas e a eficácia das políticas públicas no Estado. Nestas câmaras, os participantes têm oportunidade de interagir entre si e com o Estado, além de contribuírem na elaboração do Planejamento Estratégico da Agropecuária do Estado da Bahia. Estes fóruns buscam identificar as prioridades da agropecuária baiana e os meios para aumentar a competitividade das cadeias, entre outras ações.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 123121 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.