Geddel joga a toalha e desisti de polemizar com Otto Alencar

Logomarca do Jornal Grande Bahia.
Logomarca do Jornal Grande Bahia.

Em recente comunicado feito à imprensa baiana, o candidato do PMDB ao governo do Estado, Geddel Vieira Lima, afirmou que não mais irá polemizar nem entrar em conflito direto com o candidato a vice na chapa do PT, Otto Alencar (PP).

A polêmica política ganhou musculatura quando através de artifícios não muito convencionais o senador César Borges (PP) tentou dar entrada em uma ação de dupla filiação na comarca de Ruy Barbosa, contra Otto Alencar. Este classificou o ato como de má fé e centrou fogo no adversário ao observar que a ação do senador tinha como objetivo apenas atender aos interesses do peemedebista

Segundo argumentou Geddel, a resposta será dada por seu candidato a vice, Edmundo Pereira. “Quando for preciso debater, vou fazer isso com o titular da chapa. O debate com Otto eu deixo para o Edmundo”.

“Conheço Geddel há mais de 20 anos e jamais tive conhecimento que ele usasse alguém para tirar vantagens. César também é um homem que jamais se deixaria ser usado por interesse de Geddel”, enfatizou Edmundo. Ele avalia o problema como uma questão partidária e política. E ameaçou: “Quem vai resolver é a Justiça”.

Sobre Carlos Augusto 9705 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).