Famílias ocupam prédio abandonado em Feira de Santana

Famílias ocupam prédio abandonado em Feira de Santana.
Famílias ocupam prédio abandonado em Feira de Santana.
Famílias ocupam prédio abandonado em Feira de Santana.
Famílias ocupam prédio abandonado em Feira de Santana.

Imóvel foi inspecionado pela Defesa Civil

O prédio ocupado por nove famílias sem teto na rua Castanhal, 139, bairro Conceição II, onde já funcionou a Escola Municipal Cecília Meireles, não está mais locado pela Prefeitura de Feira de Santana. Em estado de abandono pela falta de manutenção, o prédio foi inspecionado pela Secretaria de Prevenção à Violência e também pela Defesa Civil, visando a identificação do grau de risco oferecido aos moradores.

Os moradores vivem em nove quartos, onde funcionavam salas de aula e diretoria da antiga escola, desativada há vários anos, em função da Prefeitura de Feira de Santana ter construído prédio próprio para atender à comunidade escolar. Ao todo são 22 pessoas morando em condições precárias, sendo 12 crianças, inclusive alguns recém-nascidos.

Antes de ser ocupado, o prédio escolar abrigava a Associação Comunitária de Moradores da Conceição, até ser desativada. Depois, os ocupantes, sem residência fixa, passaram a ocupar o imóvel, ao longo dos últimos oito anos.

Uma das ocupantes do imóvel, Leidiane de Almeida Santos Oliveira, 22 anos, está no local juntamente com marido e dois filhos. “Aqui para a gente é um sofrimento só pois molha tudo. O telhado está danificado e em alguns lugares já desabou. Do mesmo jeito o piso está cedendo, ameaçando provocar acidentes e, quem sabe, até um desabamento, já que as paredes já estão rachando”, frisou.

Os mesmos problemas são relatados por Lucimar de Jesus Santana, 31 anos, mãe de três filhos. “Não saímos daqui ainda porque não temos condições financeiras. Meu marido vive de biscate. Aqui enfrentamos muitos problemas porque o prédio está totalmente abandonado”, afirmou.

O coordenador da Defesa Civil da Secretaria de Prevenção à Violência, Luiz Américo Silva Soares, informa que a Lucimar de Jesus foi inscrita e contemplada no programa “Minha Casa Minha Vida” e deverá receber as chaves do imóvel nos próximos dias. As demais receberão assistência social e serão cadastradas pela Secretaria de Habitação visando encaminhamento para outras residências.

Fórum para discutir a Micareta

Evento será realizado na quinta-feira e na sexta-feira

A Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, promove na quinta-feira (22) e na sexta-feira (23), um fórum para discutir a Micareta. O evento será realizado no Teatro Ângela Oliveira, do Centro de Cultura Maestro Miro.

Estão convidadas para o evento pessoas envolvidas direta e indiretamente na realização da festa, como artistas, representantes do segmento comercial, de associações de blocos, trios e barraqueiros. O início das atividades está previsto para às 19 horas da quinta-feira. Na sexta-feira, as discussões começam às 9 horas.

Segundo Naron Vasconcelos, diretor do Departamento de Eventos da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, vários aspectos referentes ao evento serão discutidos, além da apresentação de um material sobre a história da Micareta e sua evolução até os dias atuais.

“O objetivo é melhorar ainda mais a Micareta de Feira, tornar a festa ainda mais conceituada. Queremos transformar a Micareta em um produto irresistível”, declara.

Rua Bartolomeu de Gusmão recuperada

Trabalho de recuperação asfáltica da artéria iniciado 

A rua Bartolomeu de Gusmão, principal via de acesso ao Conjunto George Américo, na região Norte da cidade, está sendo recapeada. O trabalho de recuperação asfáltica da artéria começou na manhã desta sexta-feira (11). O objetivo é melhorar as condições de tráfego de veículos no local.

O trabalho foi iniciado nas proximidades do Conjunto Morada das Árvores e vai se estender até a praça do George Américo. As melhorias promovidas com recursos próprios do Município, através da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, atendem a reivindicações de moradores, comerciantes e usuários do transporte na região, devido a buracos existentes em alguns trechos da via.

O trabalho de recuperação da rua Bartolomeu de Gusmão foi considerado oportuno pelos feirenses que trafegam diariamente pelo local. “Os buracos, vários deles uns próximos dos outros, deixava o trânsito lento e, agora, terá mais fluidez com a recuperação asfáltica”, declarou o motorista João Santana Lopes. “Neste período de chuva, tinha carro caindo direto nos buracos, cobertos pelas poças d’água”, relatou a moradora Daiane Moura.

Outras ações estão sendo desenvolvidas simultaneamente na cidade, visando a melhoria da pavimentação das vias públicas, a exemplo da avenida João Durval Carneiro, onde operários fazem o recapeamento desde quarta-feira (14) em trechos considerados crítica

Ambulâncias reformadas em uso

Governo Municipal investe R$ 75 mil na recuperação de veículos

Todos os pacientes que não têm condições de serem estabilizados nas Policlínicas do Feira X, do Parque Ipê e do Tomba serão transportados para outras unidades de saúde do município através de ambulâncias recuperadas pela Prefeitura de Feira de Santana. Os veículos eram utilizados pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

De acordo com o gerente da Policlínica do Tomba, José Pires Leal, 51 anos, essas ambulâncias são de suma importância porque são mais avançadas e dispõem de maior capacidade para transportar os pacientes e acompanhantes.

Segundo a diretora de Gestão da Secretaria de Saúde, Gilberte Lucas, três ambulâncias estão totalmente reformadas e as outras duas serão entregues até o mês de agosto. “O Governo Municipal está empregando cerca de R$ 75 mil na recuperação dos cinco veículos”, declara.

As ambulâncias seriam devolvidas ao Ministério da Saúde, pois foram consideradas inapropriadas para continuar servindo ao Samu em razão do tempo de uso e das características do serviço de urgência e emergência.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 111097 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]