Candidato ao governo da Bahia, Paulo Souto propõe interiorização do governo em Barreiras e defende duplicação da estrada Ilhéus/Itabuna

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Governo em Barreiras

“Vamos trazer o governo para o Oeste, com a criação de administrações regionais ligadas diretamente ao gabinete do governador e trabalhando de forma articulada com todas as secretarias e demais órgãos da gestão estadual. Queremos descentralizar e interiorizar a ação governamental”, anunciou o candidato ao governo do estado pela coligação “A Bahia Merece Mais” (DEM/PSDB), Paulo Souto, em Barreiras, na noite desta quarta-feira (28/07/2010), em evento político que reúne lideranças de 26 municípios da região e conta com a presença de mais de quatro mil pessoas, no Espaço Bartira Fest.

Ao lado dos postulantes ao Senado Federal, José Carlos Aleluia e José Ronaldo, e do deputado federal ACM Neto, Souto explicou que a proposta é padronizar a divisão regional da Bahia para toda a máquina pública, criando administrações regionais em cada uma das mesorregiões. “Vamos começar pelo Oeste e Extremo Sul”, revelou.

Souto destacou a necessidade de aproximar mais o governo das regiões distantes da capital e, principalmente, as de divisa do estado. Segundo ele, zonas territoriais, como o Oeste e o Extremo Sul, devido à distância da capital, acabam sendo prejudicadas no atendimento de suas necessidades pelo estado.

Para Paulo Souto, as administrações regionais terão o papel de acompanhar e coordenar todas as ações do governo na região,

com foco na qualidade dos serviços públicos prestados, funcionando como um elo entre o poder governamental e as populações regionais. “O objetivo é levantar e transmitir diretamente as necessidades e prioridades regionais ao governador”.

Para o candidato democrata, o verdadeiro desenvolvimento regional, com interiorização e integração da Bahia, somente se efetivará pela desconcentração dos investimentos e pela descentralização administrativa. “Além da ênfase na retomada do processo de atração de investimentos direcionados para o interior, a efetiva presença do governo nas regiões mais distantes do estado vai eliminar a sensação de abandono governamental e um possível sentimento separatista”, concluiu.

Souto reclama da estrada Ilhéus/Itabuna e defende duplicação

O candidato ao governo do estado pela coligação “A Bahia Merece Mais” (DEM-PSDB), Paulo Souto, manifestou preocupação com a situação atual da estrada Ilhéus/Itabuna. A rodovia que integra os dois mais importantes municípios da região cacaueira foi totalmente recuperada em 2006, na última gestão do democrata, mas encontra-se cheia de buracos, em estado ruim de conservação.

“Além de deixar sob perigo a vida das pessoas, a condição atual da pista dificulta a trafegabilidade, prejudicando as populações das duas cidades”, disse Souto, que utilizou a rodovia nesta quarta-feira (28/07), ao se deslocar do aeroporto de Ilhéus à Catedral de Itabuna, onde foi celebrada a missa pelos 100 anos da cidade, pelo bispo Dom Ceslau Scanula.

Acompanhado pelos candidatos ao Senado Federal, José Carlos Aleluia e José Ronaldo, o ex-governador assinalou a necessidade de duplicação da estrada Ilhéus/Itabuna, uma antiga reivindicação das duas cidades. “Essa proposta já fazia parte do meu programa de governo na eleição de 2006 e continua sendo agora uma das minhas prioridades para a região Sul”, afirmou, lembrando que o governo atual não deu a mínima atenção à realização desse desejo da população grapiúna.

Na cerimônia religiosa pelos 100 anos de emancipação de Itabuna, na manhã desta quarta-feira, quando foi bastante aplaudido pelos presentes, Souto esteve ao lado do prefeito Capitão Azevedo (DEM), dos deputados federais ACM Neto (DEM), Félix Mendonça (DEM) e Paulo Magalhães (DEM), além dos estaduais Heraldo Rocha (DEM) e Sandro Régis (PR).

 Souto quer a Bahia mais pacífica e próspera

“O crime deve ser combatido e derrotado através da Lei e do Direito. Não podemos conviver com um crescimento médio dos índices de homicídio de 100%, como ocorre em Salvador, e de 40% em todo o estado nos últimos três anos”, disse o candidato ao governo do estado pela coligação “A Bahia Merece Mais” (DEM/PSDB), Paulo Souto, em discurso durante a inauguração do comitê central do candidato a deputado estadual Bruno Reis, ontem (27/07). Hoje (28/07), Souto participa de missa pelo centenário de Itabuna e vai a Barreiras, onde será homenageado em evento político, à noite.

Para Paulo Souto, o governo não deve aceitar que existam lugares em que um médico, um carteiro ou uma ambulância do SAMU não possam entrar. Para retomar o controle de territórios com elevados índices de criminalidade, o candidato ao governo estadual propõe as chamadas Ações Integradas de Restauração da Cidadania (AIRC).

“Serão realizadas operações policiais integradas a programas especiais de saúde, educação, habitação, infra-estrutura urbana e inclusão econômica, associadas ao fortalecimento dos conselhos comunitários de segurança pública e da Polícia Comunitária”, explicou.

Na ocasião, Souto defendeu a retomada de políticas públicas para atração de investimentos para a Bahia. “O governo precisa estimular o desenvolvimento do estado oferecendo condições favoráveis aos empresários para que possam instalar empreendimentos na Bahia. Mas a atual administração não garante sequer segurança jurídica aos investidores, afugentando-os junto com os milhares de empregos que iriam gerar para os baianos”.

A Bahia, segundo Paulo Souto, está sentindo sede de viver uma época nova. “O nosso amor por essa terra nos impele a essa luta para colocar o estado novamente no caminho da prosperidade e do progresso”, disse durante o evento, que contou com a presença do senador ACM Jr. e do deputado federal ACM Neto, além de uma enorme quantidade de prefeitos, ex-prefeitos e líderes políticos de diversas regiões do estado.

Carlos Augusto
Sobre Carlos Augusto 9368 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).