Alemanha não deve jogar com força máxima contra o Uruguai

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

Ainda combalida pela derrota para a Espanha, seleção alemã transparece desânimo e fala em “não correr riscos” na disputa pelo terceiro lugar na Copa do Mundo. Já os uruguaios se mostram motivados para a partida.

Alemanha e Uruguai entram em campo neste sábado (10/07/2010) em Port Elizabeth na disputa pelo terceiro lugar da Copa do Mundo de 2010.É um jogo que sempre envolve sentimentos contraditórios. Afinal, para estar nele, é preciso estar entre os melhores, mas é óbvio que existe a decepção da derrota nas semifinais.

Se depender da motivação, o Uruguai está em vantagem. Ao chegar às semifinais, a seleção fez mais que se esperava. Por isto, conseguiu digerir rápido a derrota para a Holanda, por 3 a 2. Para a Alemanha, perder por 1 a 0 para a Espanha significou o fim do sonho do tetra, que parecia palpável.

“Não vamos correr riscos”

O principal critério na escalação da seleção alemã será físico. Oliver Bierhoff disse com todas as letras que “não vai correr riscos”. Isto significa que Philipp Lahm, Lukas Podolski e Miroslav Klose podem ficar de fora.

Terá sido contra a Argentina o último gol de Klose em Copas?

“Nós temos alguns problemas, mas não só por isto cogitamos recompensar um ou outro jogador. Eles fizeram um bom trabalho e merecem receber uma chance”, disse o assistente Hansi Flick, dando a entender que alguns reservas começarão jogando. O próprio técnico Joachim Löw, gripado, se ausentou do treino de sexta-feira.

Mesmo com dores nas costas, Klose tem motivos para jogar no sacrifício. Aos 32 anos, ele tem a chance de se tornar o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Com 14 gols, ele tem apenas um a menos que o atual recordista, o brasileiro Ronaldo.

Outros três jogadores têm um incentivo a mais: Bastian Schweinsteiger e Mesut Özil foram incluídos pela Fifa na lista de dez candidatos ao prêmio Bola de Ouro, dado ao melhor jogador da competição. Os favoritos, no entanto, são o holandês Wesley Sneijder e o espanhol David Villa. Na disputa pelo prêmio de melhor jogador jovem, o alemão Thomas Müller tem grandes chances; seus concorrentes são o ganense Andre Ayew e o mexicano Giovani dos Santos.

Não só por isto, Müller é quem mais mostra vontade entre os alemães. Suspenso, ele não esteve em campo contra a Espanha, e quer recompensar de alguma forma. “Nós temos que nos preparar e não podemos ir para o jogo com uma atitude irresponsável”, disse o meia-atacante.

Diego Forlán ainda pensa na artilharia

Uruguai está pronto

Enquanto isto, os principais jogadores da seleção uruguaia se mostram empolgados para o jogo. “Será algo a mais se nos tornarmos os terceiros da Copa. E ser artilheiro seria a coroação de uma ótima temporada”, disse Diego Forlán, único uruguaio indicado à Bola de Ouro, autor de quatro gols no Mundial – um a menos que os artilheiros Sneijder e Villa.

“Se vamos vencer ou não, eu não sei. Mas nós vamos estar prontos a morrer”, prometeu o técnico Óscar Tabárez. Seu time terá também reforços importantes em campo. O atacante Luis Suárez e o lateral Jorge Fucile, suspensos contra a Holanda, devem voltar, assim como o zagueiro Diego Lugano, que estava machucado.

História e superstição

Esta será a quinta vez que a Alemanha participará da disputa pelo terceiro lugar, e o retrospecto é positivo. A única derrota foi em 1958. Em 1970, a Alemanha venceu o próprio Uruguai por 1 a 0 nesta fase. As duas seleções se enfrentaram também nas Copas de 1966 – vitória alemã por 4 a 0 – e 1986 – empate por 1 a 1.

Polvo Paul ‘aposta’ na Alemanha

Não só o passado está a favor da Alemanha; o futuro também. O polvo Paul, do Sealife de Oberhausen, apostou – à sua maneira – na vitória alemã. O animal recebe duas caixas de comida, cada uma com a bandeira de um país, e escolhe uma delas para retirar seu alimento. Até agora, acertou o vitorioso de todos os jogos da seleção alemã, inclusive nas derrotas para Sérvia e Espanha.

Paul fez também seu palpite para a grande final, e previu a vitória da Espanha sobre a Holanda.

Compartilhe e Comente

Redes sociais do JGB

Faça uma doação ao JGB

About the Author

Redação do Jornal Grande Bahia
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]