Serra enfatiza origem pobre ao oficializar candidatura

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

O candidato tucano à Presidência da República, José Serra, procurou valorizar sua origem pobre durante o discurso na convenção do PSDB, hoje (12/06/2010), em Salvador. Até ao falar de sua história pessoal, Serra adotou um tom de crítica ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Venho de uma família pobre. Vim de baixo. Sempre falei pouco disso, e nunca com o objetivo de legitimar meus atos ou de inflar o mérito eventual dos meus progressos pessoais ou de minhas ações como político. Eu sou o que sou. Sem disfarces e sem truques. Tenho uma cara só e uma só biografia. E é assim que eu sou, é assim que eu vou me expor ao Brasil”, disse.

Serra ainda lembrou que foi perseguido politicamente durante a ditadura militar e fez questão de enfatizar que não tem “mal-entendidos” em seu passado. “O que eu vivi na minha infância, na minha adolescência, no movimento estudantil, no exílio, nas perseguições que sofri, nas universidades, no Congresso, nos governos de que participei ou chefiei, carrego comigo cotidianamente. Não tenho mal entendidos com meu passado. Nada me subiu à cabeça, nada tenho a disfarçar”.

O tom crítico ao atual governo foi a marca dos discursos dos líderes tucanos na convenção. O presidente do PSDB, Sérgio Guerra, evocou os recentes embates sobre supostos dossiês que pautaram a pré-campanha. “Nada nos aproximará da política de dossiês, nada nos aproximará da denúncia, dos atos subalternos. A campanha do PSDB será de debate, será de união. A campanha de José Serra se afirma na defesa das melhores proposta para o povo do Nordeste e para o povo do Brasil”, disse

No começo da convenção, após a apresentação do coral da Igreja Senhor do Bonfim, que cantou o Hino Nacional, foi exibida uma mensagem do ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso (FHC), que está em viagem ao exterior e não compareceu à convenção. Fernando Henrique conclamou os tucanos a acreditarem na candidatura de José Serra.

“Temos tudo para ganhar. Serra sempre esteve ao lado dos pobres, sempre esteve ao lado dos mais necessitados. Sabemos que o Brasil pode mais e, com as mãos do Serra, este Brasil pode crescer muito mais”, disse FHC na mensagem gravada em vídeo e exibida em dois telões montados no Clube Espanhol, em Salvador.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 109821 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]