SEDES assina mais um convênio com Comunidade Terapêutica

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes) assina, nesta terça-feira (22/07/2010), às 15h, um convênio no valor de R$ 398,6 mil, com Centro de Recuperação de Vidas Rejeitadas (Cervir), situado no município de Camaçari, para o atendimento de 50 usuários de substâncias psicoativas.

Obedecendo ao que estabelece a Resolução nº 013, de 11 de novembro de 2009, do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas), o convênio, com vigência de 12 meses, financia a contratação de uma equipe multidisciplinar composta por Assistente Social, Psicólogo, Psicoterapeuta, Professor de Educação Física, Pedagogo, além de monitores, cozinheira e assistente administrativo.

Com mais este convênio, a Sedes eleva sua capacidade de atendimento a 200 usuários de substância psicoativas, considerando, além do Cervir, as outras cinco instituições conveniadas em 2010: Desafio Jovem Peniel, de Dias D’Ávila; Casa de Reintegração Nova Vida, em Barreiras; Associação Beneficente Nova Vida, em São Gonçalo dos Campos; o Centro de Recuperação Esquadrão Redentor (Crer), Feira de Santana, e a Fundação Dr. Jesus, em Candeias. A ação faz parte do Programa Bahia pela Paz, para o qual contribui incrementando o conjunto de procedimentos da Sedes em defesa da população.

Acolhimento

O Cervir é uma instituição jurídica de direito privado e sem fins lucrativos, com capacidade para atender a 50 dependentes químicos do sexo masculino, com idade acima de 18 anos e em situação de vulnerabilidade social. O atendimento é mantido em regime de acolhimento por período de nove meses, após o qual se processa a reinserção familiar e comunitária.

“Cumprindo o que preconiza a Política Nacional de Assistência Social (PNAS/2004) a respeito dos serviços de alta complexidade, o projeto propõe garantir proteção integral (alimentação, moradia, higienização) a esses usuários, possibilitando a organização de um novo projeto de vida, com vistas à reinserção comunitária, enquanto sujeitos de direito”, destaca a coordenadora de Alta Complexidade da Sedes (COAC/Sedes), Juliana Guimarães Portela.

Responsável pela Política de Assistência Social no Estado da Bahia, a Sedes reconhece que o uso abusivo de drogas compromete significativamente a capacidade da família e da comunidade em acolher e apoiar seus membros. Por isso, vem realizando convênios com diversas comunidades terapêuticas para o custeio do serviço de acolhimento, visto que os usuários de substâncias psicoativas constituem em demandatários da PNAS, caracterizando-se como cidadãos que se encontram em situação de risco social e com vínculos familiares rompidos, mesmo que temporariamente.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 115152 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.