Feira de Santana: prefeito Tarcízio Pimenta confirma candidatura da primeira dama Graça Pimenta à deputada estadual

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Tarcízio Pimenta, Carlos Augusto e Sérgio Jones, durante entrevista.
Tarcízio Pimenta, Carlos Augusto e Sérgio Jones, durante entrevista.
Tarcízio Pimenta, Carlos Augusto e Sérgio Jones, durante entrevista.
Tarcízio Pimenta, Carlos Augusto e Sérgio Jones, durante entrevista.

Na manhã de hoje (14/06/2010) no Parque do Saber em Feira de Santana, o prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta (DEM), confirmou que sua esposa, a enfermeira Graça Pimenta, é pré-candidata a deputada estadual pelo PR (Partido da República) e deverá ter o nome confirmado durante convenção estadual do partido a ser realizada na próxima segunda-feira em Salvador.

A entrevista durou cerca de 1 hora e 30 minutos, foi acompanhada pelo secretário de comunicação Edson Borges. Durante a entrevista foram abordados diversos temas que vão desde os preparativos para os jogos da FIFA, com o programa: Você no Centro da Copa. Passando pelo São João, saúde, educação, problemas urbanos, sucessão estadual e nacional.

O senhor gostaria de ver eleita, a sua esposa Graça Pimenta, deputada estadual?

Deixe-me explicar com mais calma, o que é que esta acontecendo e como isto está sendo gerenciado.

Na última eleição, eu tive quase 70 mil votos para deputado [estadual]. Desses 70 mil muitos vieram a partir do apoio de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e ex-vereadores. Lideranças de uma forma geral.  Muitos deles me disseram do desejo de continuar na política.

Chamei estas lideranças e falei para eles escolherem deputados federais e estaduais do nosso grupo e que eu estaria ao lado deles. Eles consultaram as suas bases, o último deles foi Orlando Santiago, ex-prefeito de Santo Estevão e ex-presidente da UPB. Todos eles têm sugerido que eu convença dona Graça Pimenta a ser candidata a deputada estadual.

Posso te relatar uma série de municípios onde isto ocorre: Serra Preta, Antônio Carneiro – ex-prefeito; Tanquinho, Moacir – ex-prefeito; Santo Estevão, Orlando Santiago – ex-prefeito; Anguera, José Augusto – ex-prefeito; Ichú, Dorinha – ex-prefeito. Onde obtive votos para deputado, as lideranças querem apoiar Graça. São vários os vereadores que querem apoiá-la. Daí surgiu à perspectiva do nome dela. Hoje, umas três ou quatro pessoas me procuraram para falar sobre este assunto.

Estamos pensando em grupo e também temos bons nomes a exemplo de Carlos Geilson, acho que ele tem muitas chances. Tem Humberto [Cedraz] que vejo com boas chances de ser eleito. Temos possibilidade de eleger uma boa bancada de deputados estaduais por Feira de Santana.

Então se a candidatura de Graça Pimenta está sendo impulsionada por estas pessoas, é claro que torço pela vitória.

Então Graça Pimenta é candidata?

Eu acredito que sim. As consultas que estamos realizado pelo interior do estado apresentam uma boa base. Mas, eu não quero comprometer essencialmente Feira de Santana com uma campanha eleitoral. Então tive a preocupação e o cuidado de não parecer que queremos sacrificar qualquer um do grupo.

Quais vereadores de Feira de Santana apoiam a candidatura de Graça Pimenta?

Todos que vierem a apoiá-la irão apoiá-la espontaneamente.

O senhor estima que quantos vereadores feirenses apoiam a primeira dama?

Não parei para fazer está conta. Todos que quiserem apoiá-la espontaneamente serão bem vindos. Eu não vou impedir que os vereadores apoiem outro nome para deputado estadual do nosso grupo. Eles podem apoiar, e isto não será um problema.

Se agirmos desta forma poderemos eleger mais candidatos. Acho uma tolice que todos os apoios sejam canalizados para um único candidato. Então teríamos uma bancada de um deputado, quando poderemos eleger dois, três ou quatro.

Sobre Carlos Augusto 9655 Artigos
Carlos Augusto é Mestre em Ciências Sociais, na área de concentração da cultura, desigualdades e desenvolvimento, através do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (PPGCS), da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB); Bacharel em Comunicação Social com Habilitação em Jornalismo pela Faculdade de Ensino Superior da Cidade de Feira de Santana (FAESF/UNEF) e Ex-aluno Especial do Programa de Doutorado em Sociologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Atua como jornalista e cientista social, é filiado à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ, Reg. Nº 14.405), Federação Nacional de Jornalistas (FENAJ, Reg. Nº 4.518) e a Associação Bahiana de Imprensa (ABI Bahia), dirige e edita o Jornal Grande Bahia (JGB).