Indicador de confiança do empresariado baiano cresce 14,1%

Jornal Grande Bahia compromisso em informar.
Jornal Grande Bahia compromisso em informar.

O Indicador de Confiança do Empresariado Baiano (Iceb), que tem como objetivo aferir o estado de ânimo do empresariado, registrou a marca de 288 pontos no mês de maio, resultado 14,1% superior ao verificado no mês imediatamente anterior. O índice é calculado e analisado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan).

“O estado de ânimo detectado pelo Iceb avança na medida em que vão sendo divulgados dados referentes aos vários aspectos da economia, a exemplo do ICMS, PIB, exportação, comércio e emprego. À medida em que os resultados da economia confirmam as expectativas positivas do empresariado, amplia-se o grau de otimismo quanto ao cenário futuro”, avalia o diretor-geral da SEI, Geraldo Reis.

Dentre os setores pesquisados, os que mais contribuíram para ascensão do Iceb no período foram Serviços e Comércio, com 320,8 pontos, e Agropecuária com 291,7 pontos. A confiança na Indústria pontuou 224,3 na escala do Iceb. Comparando com o mês de abril, a indústria foi o setor cujo indicador de confiança específico mais evoluiu, com alta de 42,2%, seguido pelo setor Serviço e Comércio que ampliou 17% seu nível de confiança. A Agropecuária, que diminuiu 36,4%, porém continua na zona de otimismo.

O coordenador de Estatística da SEI, Armando Castro, explica que o questionário da Pesquisa de Confiança do Empresariado Baiano divide-se em duas partes: a primeira referente às variáveis econômicas (PIB, câmbio, inflação e juros) e a segunda referente ao Desempenho das empresas (vendas, situação financeira, emprego, capacidade produtiva, dentre outras).
No mês de maio, em termos agregados, a confiança do empresariado nas variáveis econômicas superou o nível de confiança no desempenho das empresas, com 326,8 pontos contra 268,5 pontos, respectivamente.

Em relação às variáveis econômicas, todos os setores tiveram suas expectativas melhoradas, com destaque para Indústria, que migrou da situação de otimismo moderado para otimismo, com variação positiva de 69%, na comparação com abril. Já com relação ao desempenho das empresas, os setores Indústria e Serviços e Comércio tiveram elevação do grau de otimismo, com variação de 24,5% e 8,4%, respectivamente. Destaque negativo para o setor Agropecuário que arrefeceu 64,3% e migrou para a zona de otimismo moderado.

Castro acrescenta que, em relação às variáveis PIB nacional e PIB estadual, os indicadores apresentaram resultado bastante expressivo, ambas com a marca de 583,5 pontos, situando-se na zona de grande otimismo. Vale ressaltar que o setor Agropecuário é o mais eufórico, com o indicador alcançando o valor extremo da escala: 1000 pontos.

O Iceb é apurado a partir de pesquisa com entidades representativas dos diversos segmentos empresariais da Bahia. São federações, sindicatos patronais e associações, totalizando 40 entidades, pertencentes aos setores de Serviços e Comércio, Indústria e Agropecuária, que juntas representam aproximadamente 80% do PIB estadual. O índice possui escala que varia entre – 1000 e + 1000, sendo que resultados positivos revelam algum grau de otimismo e resultados negativos, por sua vez, revelam um estado de ânimo pessimista.

Banner do JGB: Campanha ‘Siga a página do Jornal Grande Bahia no Google Notícias’.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 116505 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.