Dilma Rousseff destaca parceria com o PMDB baiano e participa de convenção que homologa o nome de Geddel com candidato ao Governo da Bahia

Dilma Rousseff destaca parceria com o PMDB baiano e participa de convenção que homologa o nome de Geddel com candidato ao Governo da Bahia.
Dilma Rousseff destaca parceria com o PMDB baiano e participa de convenção que homologa o nome de Geddel com candidato ao Governo da Bahia.

A candidata à Presidência da República, a ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o candidato do Governo do Estado, Geddel Vieira Lima firmaram de público, nessa segunda-feira (21/06/2010), o compromisso de estabelecer uma parceria em defesa dos interesses da Bahia, a partir do próximo ciclo de governo.

A candidata veio a Salvador participar da Convenção Estadual do PMDB, que oficializou a candidatura de Geddel e reconheceu, para os milhares de militantes e lideranças que lotaram a área externa do Wet’n Wild, que o peemedebista reúne as condições de promover na Bahia os avanços promovidos pelo presidente Lula, no país.

“Geddel está dentro da linha do presidente Lula, que é também a minha linha, a de que o Brasil não pode ter apenas duas ou três regiões desenvolvidas. E a Bahia, maior estado do Nordeste, precisa avançar”, disse a candidata.

Desde as primeiras horas da manhã começaram a chegar ao Wet’n Wild, caravanas das diversas regiões do Estado, trazendo lideranças e militantes do PMDB e dos demais 11 partidos que formam a coligação em apoio à candidatura do ex-ministro da Integração Nacional.

A área reservada para a convenção, de 5 mil metros quadrados, foi inteiramente tomada pelos peemedebistas e aliados que, em clima de vitória, aclamaram a candidatura de Geddel para o Governo do Estado, a do seu vice, Edmundo Pereira (PMDB) e para o Senado, César Borges (PR) e Edvaldo Brito (PTB).
“Aqui nessa festa encontramos o espírito e a força da Bahia”, disse a candidata Dilma Rousseff ao saudar as lideranças e militantes do PMDB e dos demais partidos que formam a coligação (PR, PTB, PSC, PPS, PRP, PSDC, PTC, PTN, PMN, PT do B).

A ex-ministra chegou à convenção acompanhada pelo seu vice, Michel Temer (PMDB), o líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves, o candidato ao governador e os candidatos ao Senado, César Borges (PR) e Edvaldo Brito (PTB). No palanque, ela ressaltou que a aliança firmada com o PMDB da Bahia e o ex-ministro Geddel Vieira Lima, simbolizava a aliança nacional formalizada pelo Presidente Lula e o PMDB em favor da sua candidatura.

“Nosso objetivo não é apenas o de dar continuidade às realizações do Governo Lula, mas o de fazer o país avançar e nós somos os melhores, porque fazemos e sabemos como fazer”, disse a candidata.

Colega de Geddel no Ministério do presidente Lula, a candidata Dilma Rousseff deu o testemunho do trabalho por ele desenvolvido à frente da pasta da Integração Nacional: “eddel fez um dos projetos mais importantes do país, a transposição do São Francisco, mas fez muito mais, trabalhando de forma decisiva para reduzir as desigualdades regionais em nosso país”.
Dilma diz que César Borges é um grande parceiro do governo Lula

A pré-candidata a presidente da República, Dilma Rousseff, salientou a importância de César Borges na base do presidente Luís Inácio Lula da Silva. A declaração da ex-ministra foi feita durante a convenção do PMDB na tarde de hoje (21), no Wet’n Wild, na Avenida Paralela, em Salvador. “Eu quero destacar o papel do senador César Borges como grande parceiro do governo Lula”, disse a ex-ministra.

O senador César Borges reiterou que sempre esteve ao lado do presidente Lula de forma independente, votando nos projetos de interesse do governo, desde que a matéria fosse também de interesse do povo brasileiro e, principalmente, do povo da Bahia. “Em diversos projetos estivemos juntos. Agora mesmo, por exemplo, o PAC do Cacau. O PAC do Cacau eu articulei dentro do Senado, inicialmente na Medida Provisória (MP) 470, e depois na MP 472, para que fosse acatada uma emenda que beneficiava amplamente todos os produtores. E o presidente Lula não vetou. Oitenta por cento do texto da emenda foi aproveitado. Esse é um exemplo de parceria”, considerou o senador.

Perguntado como seria o seu segundo mandato no Senado Federal, César respondeu: “Eu vou continuar lutando pelos grandes interesses da Bahia. Levantando as grandes bandeiras, esperando que o nosso estado tenha um governador que seja um parceiro nessa luta. Porque é muito ruim quando você levanta uma bandeira – como eu levantei a dos portos –, e não vê o governador chegar para somar esforços. César Borges afirmou ainda que continuará fazendo parte das comissões mais importantes do Senado Federal. “É esse o meu papel”, explicou.

Para Geddel Vieira Lima, César Borges teve um mandato marcante. “Em todos os instantes o senador foi um importante parceiro do Governo Lula. Eu sou testemunha de sua atuação, viabilizando, por exemplo, projetos na área de infraestrutura, exercendo uma grande parceria com o ex-ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento (PR), e com atual ministro Paulo Sérgio (PR), para trazer obras, para trazer investimentos para o nosso estado”. Geddel acredita que César Borges se tornou a grande voz da Bahia. “Uma voz que defende os interesses do nosso estado”. Para o ex-ministro da Integração Nacional, “essa é uma aliança para vencer e para fazer um excelente governo na Bahia, com a ajuda César Borges em Brasília”. Quem também elogiou o senador foi o prefeito de Salvador, João Henrique Carneiro. João, que é filho de um senador da república, considerou César Borges o senador mais competente da Bahia.

Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 114924 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: editor@jornalgrandebahia.com.br.