Eleições 2010: Ex-ministra Dilma Rousseff defende parcerias para ampliar avanços do Governo Lula

Em 6 de julho de 2010, Dilma Rousseff (PT) dava início oficial a campanha à presidência da República, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.
Em 6 de julho de 2010, Dilma Rousseff (PT) dava início oficial a campanha à presidência da República, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Ao ser formalizada a candidata do PT à Presidência da República, a ex-ministra Dilma Rousseff, defendeu hoje (13/06/2010) que os governos estaduais e municipais trabalhem em conjunto com a União. Segundo ela, apenas um governo de integração será capaz de promover melhorias nas áreas de educação, saúde, segurança, emprego, ciência e tecnologia, além de estimular o desenvolvimento agrícola e industrial no país.

Comparando o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com os dos antecessores, Dilma destacou os avanços obtidos. “Quebramos o tabu e provamos que incluir os mais fracos e necessitados é um avanço”, disse a ex-ministra, citando conquistas em diversos setores a partir da estabilidade e do desenvolvimento econômicos. “É um caminho indispensável e, sobretudo, um caminho que leva ao desenvolvimento”, afirmou.

A candidata reiterou que, se eleita, fará uma gestão de coalizão. “É preciso somar forças hoje para alargar ainda mais o caminho aberto pelo presidente Lula. Estamos juntos para seguir mudando. Vamos debater, vamos esclarecer ao povo que somos diferentes dos outros candidatos. Depois de eleitos, vamos governar para todos os brasileiros”, afirmou.

Dilma disse ainda que, caso vença a disputa presidencial, o seu governo será semelhante ao de Lula, mas com características femininas. “Uma mulher que fará um Brasil de Lula, mas com alma e coração de mulher. O nosso presidente Lula mudou o Brasil. A continuidade que o Brasil deseja é a continuidade da mudança”, disse.

“É seguir com a mudança para diminuir as desigualdades entre as pessoas. A distância entre o sonhar e o fazer pode ser bem mais curta do que a gente imagina desde que tenha a coragem e a competência.”

Em votação simbólica no final da manhã de hoje, os petistas aprovaram a formalização da candidatura de Dilma à Presidência da República e a indicação do deputado Michel Temer (PMDB-SP) para vice na chapa dela. O clima que predominou no evento foi o de homenagem às mulheres. Famosas e desconhecidas ganharam citações de vários participantes, inclusive de Lula.

Em 6 de julho de 2010, Dilma Rousseff (PT) dava início oficial a campanha à presidência da República, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.
Em 6 de julho de 2010, Dilma Rousseff (PT) dava início oficial a campanha à presidência da República, em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.
Sobre Redação do Jornal Grande Bahia 110945 Artigos
O Jornal Grande Bahia (JGB) é um portal de notícias com sede em Feira de Santana e abrange as Regiões Metropolitanas de Feira de Santana e Salvador. Para enviar informações, fazer denúncias ou comunicar erros do jornal mantenha contato através do e-mail: [email protected]